X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Justiça condena mulher a pagar R$ 3 milhões para esposa do seu amante

A mulher traída exigiu que a amante devolvesse a ela todos os bens materiais que havia recebido durante o relacionamento com o marido dela

Larissa Maestri, com informações do O Liberal | 03/08/2022 16:42 h

O juiz que cuidou do caso no Tribunal Popular de Zhuanghe (Liaoning, China) deu ganho de causa à esposa
O juiz que cuidou do caso no Tribunal Popular de Zhuanghe (Liaoning, China) deu ganho de causa à esposa |  Foto: Arquivo/AT
 

Uma mulher foi condenada pela Justiça chinesa a indenizar a esposa do seu amante em 3,79 milhões de yans, cerca de R$ 3 milhões. A mulher traída exigiu que a amante devolvesse a ela todos os bens materiais que havia recebido durante o relacionamento com o marido. 

Segundo o South China Morning Post, foi identificado que o homem, casado desde 1991, chamado Wang, começou o  relacionamento extraconjugal com uma mulher, identificada com o pseudônimo Xiaoxia. Depois de 12 anos, a esposa traída descobriu o caso após analisar as contas do marido e perceber depósitos de quantias constantes para a amante.

O marido confessou o envolvimento amoroso e revelou que, além do relacionamento, tem um filho de 10 anos com a amante. Nas provas, Wang transferiu 1,47 milhão de yans, quase R$ 1,2 milhão entre 2013 e 2020, comprou dois apartamentos no valor de R$ 1,1 milhão e um carro de R$ 680 mil.

O juiz que cuidou do caso no Tribunal Popular de Zhuanghe (Liaoning, China) deu ganho de causa à esposa.

Em defesa, a amante afirmou no tribunal que nunca soube que Wang era casado e que o dinheiro que ela recebeu ao longo dos anos foi para pensão alimentícia, mas a Justiça alegou que este caso era sobre propriedade e não arquivos de pensão alimentícia.

Segundo a lei chinesa, nenhuma das partes em um casamento pode gastar os bens conjuntos do casal sem o consentimento da outra parte. Por causa disso, agora a amante precisará “reembolsar” os gastos do homem com quem teve um relacionamento extraconjugal.

A Justiça concedeu a ela a opção de abrir um caso separado e processar Wang para que ele pague pensão alimentícia.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS