X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Internacional

Homem armado faz reféns na Holanda e ameaça explodir bombas

Incidente não teria indícios de motivação terrorista



Imagem ilustrativa da imagem Homem armado faz reféns na Holanda e ameaça explodir bombas
Vídeos compartilhados no X mostram local do atentado |  Foto: Reprodução/X

Um homem armado fez reféns e ameaçou detonar uma bomba em um café em Ede, uma cidade no centro da Holanda, neste sábado (30), afirmaram autoridades locais. Segundo a polícia, o incidente não tem indícios de motivação terrorista.

Horas após a tomada do local, três pessoas foram libertadas e saíram com as mãos para cima. Em seguida, outros dois homens, um vestindo uma balaclava, deixaram o café, afirmou a agência de notícias holandesa ANP, e um deles foi algemado pelos policiais. Não ficou claro quantas pessoas foram feitas reféns, mas a imprensa local falava em até cinco sequestrados.

De acordo com a emissora NOS, um robô controlado remotamente estava no local, onde era possível ver policiais de unidades anti-explosivos e agentes em trajes de proteção.

A polícia afirmou ter feito um cordão em torno da cafeteria e esvaziado cerca de 150 casas dos arredores. Trens que iam para Ede ou partiam da cidade também foram cancelados, afirmou a operadora ferroviária NS em seu site, e o centro da cidade foi fechado, segundo autoridades municipais.

Nos últimos anos, ocorreram alguns ataques na Holanda, mas não na mesma escala de outros países europeus como França ou Reino Unido. O último dele aconteceu em 2019, quando um ataque a tiros em um bonde na cidade de Utrecht matou quatro pessoas, causando grande comoção. Posteriormente, o autor do atentado, Gokmen Tanis, admitiu que agiu por motivos terroristas.

Também em 2019, a polícia holandesa acusou duas pessoas suspeitas de planejar um ataque com carros-bomba. Segundo as autoridades, os detidos planejavam realizar o atentado no mesmo ano.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: