X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Internacional

George Santos, brasileiro que era deputado nos EUA, abre perfil no Only Fans

Ele foi preso nos EUA em 2023 sob treze acusações que envolviam fraude, lavagem de dinheiro, desvio de verbas públicas e declarações falsas


Imagem ilustrativa da imagem George Santos, brasileiro que era deputado nos EUA, abre perfil no Only Fans
George Santos foi o primeiro deputado expulso da Câmara americana em 20 anos |  Foto: Reprodução/Instagram

O ex-deputado norte-americano George Santos, filho de brasileiros, anunciou nesta quarta-feira (19) sua nova empreitada: um perfil no Onlyfans, plataforma comumente utilizada para vender conteúdo adulto.

"O momento que todos vocês estavam esperando! Só no Onlyfans vocês vão poder ver as cenas completas dos bastidores e ter acesso a tudo em que estou trabalhando. Vejo vocês lá", escreveu o ex-deputado no X. Em resposta a um seguidor, que sugeriu que ele abrisse um perfil na plataforma profissional Patreon, Santos escreveu: "Chato. Precisamos de controvérsia!"

Preso nos EUA em 2023 sob treze acusações que envolviam fraude, lavagem de dinheiro, desvio de verbas públicas e declarações falsas, George Santos foi o primeiro deputado expulso da Câmara americana em 20 anos.

Santos tem 35 anos, é nascido nos EUA filho de pais brasileiros, mas viveu parte da infância no Rio de Janeiro. Em 2022, ele foi o primeiro cidadão brasileiro eleito deputado americano e o primeiro deputado gay do partido Republicano. Menos de um ano depois, no entanto, Santos teve seu nome envolvido em uma série de escândalos.

A primeira polêmica a vir à tona foi o currículo do deputado, que incluía duas falsas graduações em universidades conceituadas e experiências em grandes bancos de Wall Street. Todas as instituições negaram que ele estudou ou trabalhou lá. Confrontado, Santos admitiu ter mentido no currículo.

Meses depois, uma investigação do órgão de fiscalização Campaign Legal Center, ligado ao governo americano, constatou desvio nos recursos de campanha de George e ocultação de doadores. Ele foi preso em maio de 2023 e perdeu o mandato em dezembro seguinte.

George responde em liberdade a sete acusações de fraude, três de lavagem de dinheiro, uma de desvio de verbas públicas e duas sobre declarações falsas perante a Câmara dos Representantes, além de uma acusação de estelionato no Brasil.

Segundo as investigações, Santos induziu apoiadores a doar dinheiro a uma empresa sob o falso pretexto de que os valores seriam usados para apoiar sua campanha. Em vez disso, teria utilizado a verba para despesas pessoais, como roupas de grife de lux, contas de cartões de crédito e procedimentos estéticos.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: