X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Casais LGBT têm direito à união civil e à família, afirma papa Francisco

| 21/10/2020 11:43 h | Atualizado em 21/10/2020, 13:35

Papa Francisco celebra missa no Vaticano
Papa Francisco celebra missa no Vaticano |  Foto: Reprodução / Facebook

O papa Francisco afirmou que casais LGBT devem ser protegidos por leis de união civil. A declaração foi feita em um filme lançado nesta quarta-feira (21), de acordo com a Agência Reuters.

“Pessoas homossexuais têm o direito de estar em uma família. Elas são filhas de Deus e têm direito a uma família. Ninguém deveria ser expulso (dela) ou transformado em miserável por conta disso”, destacou o pontífice no documentário “Francesco”.

Ainda segundo agências de notícias, o papa também disse que “o que nós temos que criar é uma lei de união civil. Dessa forma, eles ficam legalmente protegidos. Eu me posiciono por isso”.

Quando foi arcebispo em Buenos Aires, Jorge Bergoglio, hoje Papa Francisco, foi contra a aprovação de casamento entre pessoas do mesmo sexo. Na ocasião, defendeu algum tipo de "proteção legal aos casais gays", como novamente sugere agora.

Na Igreja Católica, o casamento entre pessoas do mesmo sexo não é permitido, considerando o ato um "pecado". A igreja, no entanto, ressalta que os LGBT's devem ser tratados com respeito e dignidade.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS