X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Acordo para impedir armas nucleares do Irã

Presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o primeiro-ministro interino de Israel, Yair Lapid, assinaram ontem o acordo

Jerusalém | 15/07/2022 16:48 h

Biden disse que a medida é vital para segurança de Israel, dos Estados Unidos e do mundo.
Biden disse que a medida é vital para segurança de Israel, dos Estados Unidos e do mundo. |  Foto: PATRICK SEMANSKY
 

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, e o primeiro-ministro interino de Israel, Yair Lapid, assinaram ontem um acordo para impedir que o Irã obtenha armas nucleares.

Em Jerusalém, Biden disse que a medida é vital para segurança de Israel, dos Estados Unidos e do mundo. Defendeu, também, a retomada do acordo nuclear com o Irã, mas disse que não vai esperar eternamente por uma posição dos iranianos.

Yair Lapid declarou que a diplomacia não vai parar o Irã e que o único jeito é o uso da força se o país insistir em desenvolver o programa nuclear.

A declaração conjunta também inclui uma promessa de Washington de continuar a ajuda militar dos EUA a Israel.

Um pacote de ajuda recorde de 10 anos de US$ 38 bilhões (cerca de R$ 206 bilhões na cotação atual) foi assinado em 2016 sob a administração do ex-presidente dos EUA, Barack Obama, quando Biden era vice-presidente.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS