search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Hospitais da Grande Vitória têm 90% de ocupação dos leitos de UTI

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Hospitais da Grande Vitória têm 90% de ocupação dos leitos de UTI


 (Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)
(Foto: Marcello Casal Jr/ Agência Brasil)

Os hospitais da Grande Vitória chegam ao momento mais crítico da ocupação dos leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) desde o avanço do novo coronavírus no Espírito Santo. Nesta segunda-feira (1), esse índice chegou a 90,45%. No Estado, a taxa de ocupação de leitos de UTI chegou a 82%.

Os dados são do Painel Covid-19, da Secretaria de Estado da Saúde (Sesa), atualizados às 16h11, desta segunda, mostram que das 398 vagas nos hospitais da região destinadas ao tratamento de pacientes com a doença 360 já estão ocupadas, restando apenas 38 leitos. 

No domingo (31), essa taxa de ocupação estava em 88,19%, conforme os dados do painel. 

Em pronunciamento na noite desta segunda, o governador Renato Casagrande informou que o Estado tem trabalhado para ampliar a oferta de leitos com a chegada de mais 100 respiradores da Itália nas próximas semanas. 

No entanto, voltou a frisar que caso a taxa de ocupação dos leitos de UTI continuem avançando, medidas mais duras devem ser tomadas pelo governo. 

"Chegou a 91% de leitos ocupados no Estado, tomaremos decisões de maior rigor nos municípios de risco alto, que passam a ser municípios de risco extremo, na atividade econômica. Nossa prioridade é salvar vidas e, se for preciso tomar medidas radicais, nós tomaremos. Se chegar a 91%, a gente tem que fechar comércios e serviços", advertiu Casagrande.

Nos hospitais Vila Velha e Santa Mônica, onde o governo comprou leitos para o tratamento de pacientes do SUS, não há mais vagas de UTI. Juntas as duas unidades oferecem 59 vagas.

Hospital de referência para tratar pacientes com a covid-19, o Jayme dos Santos Neves, na Serra, tem 213 leitos de UTI destinados ao novo coronavírus. Desse total, 194 estão ocupados.

O Dório Silva, no mesmo município, tem 34 leitos de UTI para covid-19 e todos eles estão ocupados, conforme o painel.

Em uma situação parecida está o hospital São Francisco, em Cariacica, onde há apenas um leito disponível para pacientes com a covid-19.

Já os hospitais Evangélico de Vila Velha e Santa Rita de Cássia, em Vitória, contam, cada um, com três vagas em aberto para receber pacientes encaminhados pelo Estado. 

No Hospital Infantil de Vitória restam apenas duas vagas disponíveis para crianças com a doença.

O Vitória Apart, na Serra, tem 20 leitos de UTi comprados pelo Estado, mas apenas quatro estão disponíveis.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados