search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Homem é preso acusado de tentar matar policial civil em Vitória

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Homem é preso acusado de tentar matar policial civil em Vitória


 (Foto: Divulgação/PCES)
(Foto: Divulgação/PCES)

Apontado pela polícia como chefe do tráfico do morro São Benedito, em Vitória, um homem foi preso nesta terça-feira (6), acusado de ser o mandante e autor de uma tentativa de homicídio contra um policial civil. O caso aconteceu na noite da última segunda-feira (5), no bairro Gurigica, também na Capital.

O investigador voltava para casa em uma viatura descaracterizada quando foi abordado por quatro homens armados. De acordo com o delegado da Divisão Especializada de Repressão aos Crimes Contra o Patrimônio (DRCCP), Gabriel Duarte Monteiro, os bandidos deram ordem de parada para o policial, mas, com medo de ser morto, ele acabou acelerando.

Após a tentativa de fuga, os criminosos começaram a disparar várias vezes contra o veículo. Segundo o delegado, foram mais de 11 tiros, que acertaram a lataria e os vidros da viatura. 

O delegado Gabriel Duarte explicou que a equipe a DRCCP e policiais da Força Tática, do 1° Batalhão da Polícia Militar, prenderam o acusado pela manhã, quando ele estava em casa. Os policiais tiraram uma foto dele e encaminharam para o investigador vítima da tentativa de homicídio, que reconheceu o acusado.

Na casa dele, os policiais encontraram várias munições e um radiocomunicador. O acusado foi preso e indiciado por associação ao tráfico de drogas, tentativa de homicídio qualificado e posse de munição. 

Ainda segundo o delegado, os outros três bandidos que participaram do atentado já foram identificados e podem ser presos a qualquer momento. 

Descoberto laboratório de "lança-perfume"

Logo após a prisão do acusado, a equipe da DRCCP e os policiais militares receberam informações sobre um laboratório de drogas no bairro Consolação. Ao chegarem no local, os policiais encontraram uma grande quantidade de "lança-perfume". 

O delegado Gabriel Duarte Monteiro explicou que a substância é vendida em bailes clandestinos e o prejuízo aos donos do laboratório de drogas pode chegar a R$ 200 mil. Também foram encontrados uma pistola 9 milímetros e um "Kit Roni", que transforma a arma em uma submetralhadora. 

No local, um adolescente de 17 anos foi detido e assumiu ser responsável por cuidar do laboratório. Segundo o delegado, o menor era foragido do Instituto de Atendimento Socioeducativo do Espírito Santo (Iases).

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados