search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Homem é morto dentro de casa em Cariacica

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Homem é morto dentro de casa em Cariacica


Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica (Foto: Jaciele Simoura)Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica (Foto: Jaciele Simoura)

Um homem, que não teve idade e nome informados pela polícia, foi assassinado a tiros dentro de casa no bairro Morrinho, em Cariacica, na manhã desta segunda-feira (3). 

De acordo com a Polícia Militar, a equipe foi acionada após denúncias de que um homem havia sido baleado no bairro. Ao chegar no local, as equipes encontraram a vítima caída dentro da residência, aparentemente sem vida. Uma equipe do Samu também foi acionada e constatou que o homem estava morto.

Aos militares, o irmão da vítima relatou, que entre 7h30 e 8 horas, acordou, após ouvir barulho de vários tiros no quintal da sua casa, e, ao sair, viu dois suspeitos fugindo.

Ao chegar na casa do seu irmão, que fica no mesmo quintal, se deparou com a vítima deitada e baleada.

A Polícia Civil também foi acionada até o local, onde os peritos realizaram a perícia e encaminharam o corpo da vítima ao Departamento Médico Legal (DML), em Vitória.

O crime será investigado por meio da Delegacia Especializada de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) de Cariacica e, até o momento, nenhum suspeito de cometer o crime foi detido.

"A PCES destaca que a população pode auxiliar na investigação por meio do telefone 181. O Disque-Denúncia é uma ferramenta segura, onde não é necessário se identificar para denunciar. Todas as informações recebidas são investigadas. As informações ao Disque-Denúncia ainda podem ser enviadas por meio do site, onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas", disse a Polícia Civil em nota.