search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Homem é morto a tiros na porta de casa em Anchieta

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Homem é morto a tiros na porta de casa em Anchieta


Um homem, identificado como Adilson Ferreira Júnior, de 32 anos, foi assassinado a tiros no balneário de Paraty, em Anchieta, na noite desta terça-feira (26). A vítima foi atingida no tórax e a cabeça, não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Um homem, identificado como Adilson Ferreira Júnior, de 32 anos, foi assassinado a tiros no balneário de Paraty, em Anchieta (Foto: Reprodução)
Um homem, identificado como Adilson Ferreira Júnior, de 32 anos, foi assassinado a tiros no balneário de Paraty, em Anchieta (Foto: Reprodução)
Os vizinhos ficaram assustados com o crime, já que Adilson sempre foi muito tranquilo com a vizinhança. Ele morava na casa com a esposa. Quem ouviu os disparos e correu para ver o que estava acontecendo, disse que os homens chegaram andando para cometer o crime.

“Eles estavam em dois. Chegaram na frente da casa e gritaram pelo nome dele. Quando ele chegou na calçada, efetuaram os disparos e foram embora. Ele (a vítima) sempre foi muito gentil, e morava nessa casa com a esposa. Não dá para imaginar o que fez com que esses criminosos viessem aqui para tirar a vida dele. Espero que a polícia encontre esses criminosos e que eles possam pagar pelo que fizeram”, disse a vizinha.

A Polícia Civil informou que o caso segue sob investigação da Delegacia Regional de Anchieta, que iniciou diligências assim que tomou conhecimento do fato. Até o momento nenhum suspeito foi detido e outras informações não serão repassadas para que a apuração dos fatos seja preservada.

O corpo da vítima foi encaminhado para o Serviço Médico Legal (SML) de Cachoeiro de Itapemirim, para ser liberado pelos familiares e para ser feito o exame cadavérico.

Esse é o terceiro homicídio de 2021 em Anchieta. No domingo, um vigilante de 46 anos morreu após ser esfaqueado quando chegava do trabalho no bairro Alvorada, em Anchieta, Herval Cetto chegou a pedir socorro aos vizinhos, mas morreu no quintal do vizinho.

O vigilante trabalhava em uma mineradora e chegava do trabalho de moto, quando foi surpreendido pelo criminoso. A Polícia Civil informou que o suspeito, de 39 anos, foi conduzido pela Polícia Militar à Delegacia Regional de Guarapari, e autuado em flagrante pelo crime de homicídio. Ele foi encaminhado ao sistema prisional.

No domingo do dia 17, o técnico de enfermagem Fabiano Ferreira Batista, 45, foi assassinado dentro do carro, na garagem da casa onde morava, no bairro Nova Anchieta. O atirador estava dentro da garagem e quando Fabiano entrou no local, foi surpreendido com quatros tiros e morreu.

A Polícia Civil destaca que a população tem um papel importante nas investigações e pode contribuir com informações de forma anônima através do Disque-Denúncia 181, que também possui um site onde é possível anexar imagens e vídeos de ações criminosas, o disquedenuncia181.es.gov.br. O anonimato é garantido e todas as informações fornecidas são investigadas.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados