search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Grêmio leva sufoco e virada do Del Valle e fica em situação ruim na Libertadores

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Grêmio leva sufoco e virada do Del Valle e fica em situação ruim na Libertadores


Grêmio foi derrotado jogando no Paraguai (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)Grêmio foi derrotado jogando no Paraguai (Foto: Lucas Uebel/Grêmio FBPA)

O Grêmio está em situação delicada na busca por vaga à fase de grupos da Copa Libertadores. Na próxima quarta-feira, na Arena, em Porto Alegre, terá de ganhar do Independiente del Valle, do Equador, para se classificar após derrota por 2 a 1 no Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai. Os gaúchos jogaram mal, passaram enorme sufoco e poderiam voltar com prejuízo muito maior.

Sem o técnico Renato Gaúcho e com outros desfalques por causa da covid-19, coube ao auxiliar Alexandre Mendes dirigir a equipe. A ideia era aproveitar a remarcação do jogo para um país neutro e voltar com um resultado positivo para o Brasil.

Com um gol rápido de Diego Souza, a impressão é que as metas dariam certo. Com menos de 10 minutos o Grêmio fez o que queria. Só não esperava uma pressão tão gigantesca. Além de defesa difícil de Brenno e duas bolas na trave, o Del Valle por vezes ficou perto do gol gaúcho. Fez 2 a 1 com o sentimento que podia bem mais.

Com o tropeço do Grêmio, o futebol brasileiro fica ameaçado de não ter seus oito representantes na fase de grupos. Os gaúchos necessitam de superação em Porto Alegre, enquanto o Santos, outro time da fase prévia, vive situação oposta e pode até perder por um gol de diferença diante do San Lorenzo, na Vila Belmiro. Palmeiras, atual campeão, Flamengo, Internacional, Atlético-MG, São Paulo e Fluminense se garantiram diretamente.

Mesmo com a remarcação do confronto para o Defensores del Chaco, por causa das restrições sanitárias no Equador em decorrência da pandemia da covid-19, o Grêmio não levou nenhuma vantagem. Ao contrário, passou enorme sufoco em noite para ser esquecida.

Como se estivesse "em casa", mesmo no Paraguai, o Del Valle tomou a iniciativa nos primeiros 45 minutos e assustou o goleiro Brenno, que fez grande defesa em chute à queima roupa de Vite e ainda viu o atacante carimbar o travessão. Os equatorianos dominaram totalmente a posse de bola e as chances, mas foram os gaúchos quem abriram vantagem, graças a um gol cedo de Diego Souza, desviando de cabeça o cruzamento de Alisson.

Sair rápido na frente fez o Grêmio adotar uma postura mais defensiva. Mesmo com muitas mudanças na defesa, por causa dos desfalques de Victor Ferraz, Vanderson, Pedro Geromel e Kannemman, os gaúchos "souberam sofrer" na etapa.

Na volta do segundo tempo, contudo... O Del Valle retornou com uma postura extremamente ofensiva e, de cara, parou na trave. Só um time jogava. Totalmente perdido, os gaúchos eram facilmente envolvidos e em 15 minutos já haviam levado a virada, gols de Faravelli. O segundo após pênalti que resultou em expulsão de Ruan.

Um minuto antes do lance que decretou a virada, Diego Souza saiu cara a cara e não soube recolocar o Grêmio na frente do placar. Chutou a rara chance de ouro para fora.

Atrás do marcador e com um a menos em campo, o Grêmio não teve forças para buscar o empate. Mas soube se postar defensivamente para evitar uma derrota ainda pior. Volta de Assunção em desvantagem, é verdade, porém com a eliminatória "aberta". Com vitória simples, avança. O problema está na força ofensiva do oponente, que costuma fazer gol em todo jogo.

FICHA TÉCNICA:

INDEPENDIENTE DEL VALLE 2 x 1 GRÊMIO

INDEPENDIENTE DEL VALLE - Ramírez; Segovia, Pacho, Schunke e Caicedo; Pellerano (Bryan García), Faravelli, Christian Ortíz (Murillo) e Hurtado (Sánchez); Vite (Mera) e Montenegro (Escobar). Técnico: Renato Paiva.

GRÊMIO - Brenno; Felipe Albuquerque (Bruno Cortez), Ruan, Rodrigues e Diogo Barbosa; Lucas Silva (Fernando Henrique), Matheus Henrique e Pinares (Darlan); Alisson (Léo Chú), Diego Souza (David Braz) e Ferreira. Técnico: Alexandre Mendes (auxiliar).

GOLS - Diego Souza, aos 9 minutos do primeiro tempo. Faravelli, aos 3 e aos 15 minutos do segundo tempo (pênalti).

CARTÕES AMARELOS - Vite, Mera e Segovia (Independiente); Brenno e Rodrigues (Grêmio).

CARTÃO VERMELHO - Ruan.

ÁRBITRO - Nestor Pitana (Argentina).

RENDA E PÚBLICO - Jogo sem torcida.

LOCAL - Estádio Defensores del Chaco, em Assunção, no Paraguai.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados