search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Governo vai para o embate com Evair
Plenário
Fabiana Tostes

Fabiana Tostes


Governo vai para o embate com Evair

Após alguns meses sem responder às alfinetadas e provocações do deputado federal Evair de Melo (PP), o governo do Estado parece que resolveu ir para o embate e reagir.

Na Sexta-feira da Paixão, após o deputado ter publicado no dia anterior uma foto de respiradores que estariam no depósito da Secretaria da Saúde – sem chegar aos hospitais –, o governo emitiu uma nota citando o deputado, chamando suas denúncias de “infundadas” e afirmando que a gestão junto ao Ministério da Saúde não tem a interferência de “nenhum parlamentar da oposição, que se ocupa de apropriar-se com narrativa falaciosa e ardil das conquistas”. E não ficou por aí.

No mesmo dia, tanto o perfil do governador quanto do secretário Nésio Fernandes no Twitter postaram indiretas. “Sem picadeiro não tem palhaço”, escreveu Nésio. “Ainda temos de conviver com a fábrica de fake news produzidas por quem tem interesse eleitoral”, tuitou Casagrande. O caldo entornou!

Saia-justa no PP
O mal-estar entre o deputado Evair de Melo e o governo é que ele é filiado ao PP, que integra a base aliada e é presidido pelo secretário de Desenvolvimento Urbano, Marcus Vicente. Antes de iniciar a gestão, Evair teria até sido convidado para integrar o secretariado, no que ele disse ter recusado para continuar no mandato. Vicente tem silenciado sobre o caso.

Efeito em bloco maior
Há uma explicação para a escolha do governo em concentrar os dias de atividades e de isolamento e não fazer em dias alternados como ocorreu no ano passado com as primeiras medidas de restrição ao comércio e aos serviços. Segundo o secretário de Estado da Saúde, Nésio Fernandes, quando há a concentração, o efeito em bloco é maior.

 (Foto: AT) (Foto: AT)

Ressuscitando a solidariedade
A Prefeitura de Vitória lançou uma campanha de doação de alimentos, álcool em gel e produtos de higiene na capital e está incentivando as pessoas a doarem quando forem se vacinar contra a Covid. Não é uma condição para receber a vacina, mas um apelo tendo em vista que as doações têm diminuído, no pior período da pandemia.

Mesmo sem ônibus, sessão volta amanhã
As sessões na Câmara de Vitória retornam amanhã, de forma presencial. Semana passada, a Câmara não abriu e as três sessões foram antecipadas, extraordinariamente, na sexta-feira (26), principalmente por conta da falta de ônibus e a dificuldade de os servidores chegarem ao Legislativo. O presidente da Câmara, Davi Esmael, disse estar dialogando para providenciar caronas.

Policiais publicam nota sobre morte de PM
Os policiais antifascistas do Espírito Santo publicaram uma nota em que chamam de “tragédia anunciada” a morte do PM baiano semana passada. Alegam que o surto foi devido “à política e doutrina das PMs em todo o País” e repudiam o uso político do caso. “O que não podemos concordar é que esse episódio seja ideologizado ou capturado por narrativas políticas que, ao invés de relacioná-lo à falência do nosso sistema de segurança pública, tenta superficialmente destruir e atacar o pouco de democracia republicana que nos resta”.

Galeria

Sem previsão
Na Serra, as sessões na Câmara ocorrem às segundas e quartas, mas até as 12h de sábado não havia decisão se a sessão ocorreria.

Botar o nome no SPC
O deputado Vandinho Leite enviou projeto ao governo do Estado pedindo que proíba a Cesan de lançar o nome dos contribuintes no Serasa e no SPC durante o período em que o corte de água esteja suspenso.

Capital do Juçara
O deputado Emílio Mameri protocolou projeto conferindo a Rio Novo do Sul o título de “Capital Estadual do Juçara”, o açaí capixaba.

Oi???
Mesmo após três pacientes morrerem e uma médica ser investigada por fazer nebulização com hidroxicloroquina, o deputado Capitão Assumção indicou ao governo que adote o protocolo na rede de saúde do Estado.

Conteúdo exclusivo para assinantes!

Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

Matérias exclusivas, infográficos, colunas especiais e muito mais, produzido especialmente pra quem é assinante.

Apenas R$ 9,90/mês
Assinar agora
esqueceu a senha?

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados