search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Governo se reúne com prefeituras nesta sexta para definir nova Matriz de Risco

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Governo se reúne com prefeituras nesta sexta para definir nova Matriz de Risco


O governo do Estado se reúne na manhã desta sexta-feira (5) com os prefeitos das cidades capixabas para definir a nova Matriz de Risco. A diretriz divide os municípios de acordo com o risco de Covid-19, que vai de baixo ao extremo. Ela vai passar a valer a partir do próximo domingo (7). 

"A reunião com os prefeitos será na sexta às 9h para que a gente possa fazer uma projeção para matriz de risco na semana que vem”, afirmou Renato Casagrande na quarta-feira (3). 

De acordo com o prefeito de Viana e presidente da Associação dos Municípios do Espírito Santo (Amunes), Gilson Daniel, as reuniões têm acontecido semanalmente e seguem uma dinâmica definida. 

"Nós (prefeitos) fazemos uma abertura, o governador faz uma apresentação com o Corpo de Bombeiros e depois a palavra é aberta aos prefeitos", disse. "O governo já leva uma apresentação com a Matriz de Risco e o Mapa de Risco", complementou ele. 

A reunião entre o governo e municípios acontece na manhã desta sexta-feira (4).  (Foto: Fred Loureiro/Secom)
A reunião entre o governo e municípios acontece na manhã desta sexta-feira (4). (Foto: Fred Loureiro/Secom)

Nos bastidores, há a informação de que a reunião desta sexta tratará de medidas mais duras quanto o isolamento social. Mas isso não significa que será proposto o lockdown (fechamento total).

"Não há conversa sobre isso. Até porque a Matriz de Risco até bem definida em relação a essa questão", descarta Gilson Daniel.

A Matriz de Risco prevê medidas mais duras como lockdown em caso de municipos alcançarem o risco extremo. 

A reportagem procurou as prefeituras da Grande Vitória para saber a opinião dos respectivos chefes do Executivo sobre a possibilidade de fechamento total. 

A prefeitura da Serra informou que "o lockdown de forma isolada na região metropolitana não tem sentido, devido às cidades serem muito interligadas" e ainda acrescentou que qualquer medida tomada será feita em conjunto com o Governo do Estado e os demais municípios da Grande Vitória. 

Já a prefeitura de Cariacica disse que vem pautando todas as decisões com base nas orientações técnicas da matriz de risco estabelecida pela Secretaria de Estado de Saúde.

"O prefeito Juninho reforça que aguardará uma nova reunião com os prefeitos da Grande Vitória e o governador para receber o detalhamento das novas avaliações e orientações", informou a nota encaminhada à impresa.

O prefeito de Vitória, Luciano Rezende, informou por meio de sua assessoria que vai discutir a questão com o governador e com os outros prefeitos na reunião desta sexta.

A prefeitura de Vila Velha foi procurada, mas até a publicação desta matéria não respondeu a sua posição quanto ao lockdown.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados