search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Governador diz que Estado está pronto para receber o Teatro Carmélia

Notícias

Publicidade | Anuncie

Política

Governador diz que Estado está pronto para receber o Teatro Carmélia


Teatro Carmélia (Foto: Dayana Souza/AT)
Teatro Carmélia (Foto: Dayana Souza/AT)

O governador Renato Casagrande foi para as redes sociais e afirmou que o Estado está pronto para receber o Teatro Carmélia, em Vitória. A fala veio após a divulgação de que o Centro Cultural poderia se transformar em um depósito para o material guardado nos galpões do Instituto Brasileiro do Café (IBC).

"A destinação dos galpões do IBC deve levar em consideração os interesses das comunidades da região. O Teatro Carmélia precisa continuar como espaço cultural e instrumento de revitalização do Centro. Para isso, o ES está pronto para recebê-lo e fazer os investimentos necessários", afirmou o governador em sua página no Twitter.

A propriedade está entre as que serão vendidas pelo governo federal e, com isso, o plano é armazenar os grãos no centro cultural.

No último domingo (2), o Jornal A Tribuna noticiou que a Prefeitura de Vitória vai constituir um grupo de trabalho junto à sociedade cultural e lideranças empresariais para impedir que o Teatro não vire um depósito.

Segundo o prefeito Luciano Rezende, o setor jurídico do Executivo municipal já está analisando os trâmites necessários para um diálogo com a Secretaria do Patrimônio da União (SPU) a fim de reverter a situação: “Nós queremos conversar com a SPU. O superintendente Márcio Furtado tem sido um parceiro da prefeitura, e precisamos contar com ele para que defenda Vitória neste momento.”

O prefeito ainda afirmou que a ideia de transformar o teatro em espaço de armazenamento é caricata.

“Não concordo de forma alguma. Essa decisão viaja para trás no tempo 50 anos, no mínimo. A cidade de Vitória hoje é uma cidade voltada para atividades humanas e tecnológicas. Cidade inteligente que envolve cultura, esporte e lazer. E a nossa ideia para aquela área ali é bastante diferente”, disse Luciano Rezende. 

Área para escolas de samba

A proposta da Prefeitura de Vitória é que grupos culturais, em especial a comunidade do samba, possam continuar a desenvolver atividades na área. Mas, para isso, é necessária a manutenção do Teatro Carmélia, impedindo que ele vire um depósito de grãos.

O prefeito Luciano Rezende destacou que as escolas de samba presentes na região próxima ao Centro Cultural Carmélia criam emprego e renda para milhares de moradores, além de contribuírem para estabilizar as relações nas comunidades da capital.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados