search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Gêmeas recém-nascidas morrem após ataque de cachorro

Notícias

Publicidade | Anuncie

Polícia

Gêmeas recém-nascidas morrem após ataque de cachorro


Recém-nascidas gêmeas morrem após serem atacadas por cachorro no sudoeste da Bahia  (Foto: Arquivo Pessoal)
Recém-nascidas gêmeas morrem após serem atacadas por cachorro no sudoeste da Bahia (Foto: Arquivo Pessoal)
Duas irmãs gêmeas recém-nascidas morreram na tarde desta terça-feira (23) após serem atacadas pelo cachorro da família, na cidade de Piripá, no sudoeste da Bahia. Elas tinham apenas 26 dias de vida.

A mãe das vítimas teria chegado a ouvir o barulho, correu para socorrer as filhas e conseguiu retirar o cachorro. Entretanto, não há mais detalhes sobre as circunstâncias do ataque, que foi feito por um cão que é mistura de labrador e caçador americano e considerado dócil pelos familiares.

Ao ouvir o som do ataque, a mãe, Elayne Novais, socorreu as crianças e as levou para a casa de uma vizinha que é auxiliar de enfermagem. No local foram feitos os primeiros socorros. Em seguida, elas foram levadas para o Hospital Municipal Maria Pedreira Barbosa, em Piripá. 

Segundo o médico plantonista da unidade médica, uma das crianças chegou sem vida no hospital e a outra em estado grave. Ambas estavam com politraumatismo e foram atacadas principalmente na região do abdômen. De acordo com o profissional, que também foi o responsável pelo pré-natal das meninas, todos os procedimentos médicos possíveis no momento foram realizados, mas a outra criança também não resistiu.

Anne e Analú tinham 26 dias de nascidas (Foto: Arquivo Pessoal)
Anne e Analú tinham 26 dias de nascidas (Foto: Arquivo Pessoal)
O médico ressaltou que a mãe das gêmeas sempre demonstrou cuidado com as filhas durante a gravidez e após o nascimento das meninas.

O enterro de Anne e Analú aconteceu no final da tarde desta terça, no cemitério da Saudade Dois, em Piripá.

O caso está sendo investigado pela Polícia Civil de Piripá. A delegada Laíse Testa, informou que vai ouvir a família das gêmeas para entender o que ocorreu no momento do ataque, logo depois do almoço.

A perícia já foi realizada no local, mas a delegada disse que ainda não tinha tido contato com os peritos para obter mais informações.

Tanto a mãe quando o médico que atendeu as meninas no hospital estavam em estado de choque. Segundo Laíse, o casal não tinha outros filhos, e havia outro cão na casa.

Em nota divulgada nas redes sociais, a prefeitura de Piripá manifestou “seu mais profundo pesar pelo falecimento das crianças Anne e Analú”.

“Diante desta perda inestimável, expressamos condolências e nos solidarizamos com os pais Elayne e Régis, seus familiares e amigos, neste momento de profunda tristeza e dor. Que Deus conforte seus corações e dê forças para transformar toda dor desta perda irreparável em fé e esperança."

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados