search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Gastos acima de 15 mil no recesso parlamentar

Notícias

Política

Gastos acima de 15 mil no recesso parlamentar


Congresso Nacional: recesso  foi de 22 de dezembro a 2 de fevereiro (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)
Congresso Nacional: recesso foi de 22 de dezembro a 2 de fevereiro (Foto: Antonio Cruz/Agência Brasil)

A bancada capixaba na Câmara dos Deputados gastou, em janeiro, período do recesso parlamentar, R$ 72.511,52. Dos 10 parlamentares que representam o Estado, três gastaram, juntos, R$ 46.346,44. Os dados são Portal da Transparência da Casa.

Os que mais utilizaram recursos da cota parlamentar foram: Soraya Manato (PSL) - R$ 15.862,42; Ted Conti (PSB) - R$ 15.321,46; e Evair de Melo (PP) - R$ 15.162,56.

Na contramão dos três parlamentares, Felipe Rigoni (PSB) utilizou R$ 0, 61, em uma ligação telefônica. De acordo com a assessoria do deputado, a ligação foi feita do gabinete, em Brasília.

O secretário-geral da ONG Transparência Capixaba, Rodrigo Rossoni, destaca que, apesar dos deputados terem direito à cota parlamentar, o benefício é um privilégio sem justificativa.

“Na visão da maioria das pessoas, não é um gasto justificável, haja vista que o parlamentar está em recesso, para nós, férias. Isso parte de uma história de privilégios”, observa.

Rossoni também ressalta que os valores que alguns parlamentares utilizaram em um mês de recesso, muitos trabalhadores não recebem em um ano, tendo em vista o valor do salário mínimo (R$ 1.045), que somado durante 12 meses chega a R$ 12.540.

“Qual a destinação desses gastos elevados e qual a necessidade de se manter algo que sai do bolso do trabalhador, dos nossos impostos, e serve a um grupo de privilegiados para se fazer sabe-se lá o quê?”, questionou Rossoni.

Os deputados da bancada capixaba têm direito a uma cota parlamentar de até R$ R$ 37.423,91 por mês, de acordo com o site da Câmara. O recesso parlamentar foi de 22 de dezembro a 2 de fevereiro.

O outro lado

Em nota, a deputada Soraya Manato destacou que, embora estivesse de recesso, os trabalhos “continuaram a todo vapor”. O deputado Ted Conti também informou que as atividades não pararam durante o período.

Evair de Melo não respondeu à reportagem. A assessoria de Felipe Rigoni informou que ele estava viajando e sem sinal para ligação.



Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados