search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

França confirma Bernardinho como novo treinador da seleção após Jogos de Tóquio

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

França confirma Bernardinho como novo treinador da seleção após Jogos de Tóquio


Bernardinho já comandou a Seleção Brasileira Feminina de Vôlei (Foto: Inovafoto/CBV)Bernardinho já comandou a Seleção Brasileira Feminina de Vôlei (Foto: Inovafoto/CBV)

A Federação Francesa de Voleibol (FFVolley, na sigla em francês) confirmou nesta segunda-feira que Bernardo Rezende, o Bernardinho, assumirá o comando da seleção masculina da França após os Jogos Olímpicos de Tóquio-2020, adiados em um ano por causa da pandemia do novo coronavírus, visando a Olimpíada de 2024, que será realizada em Paris.

"Ficamos muito felizes que Bernardinho aceitou nossa proposta. A sua enorme história é a prova do nosso desejo de ver a equipe francesa continuar a evoluir ao mais alto nível e ambicionar pódios", disse Eric Tanguy, presidente da FFVolley em um comunicado oficial.

O treinador brasileiro assumirá ao final da Olimpíada de Tóquio, em julho e agosto deste ano, substituindo Laurent Tillie. Seu primeiro compromisso será o Campeonato Europeu, de 1.º a 19 de setembro, em quatro países: Polônia, República Checa, Estônia e Finlândia.

Antes de assumir, Bernardinho destacou o bom trabalho de Tillie. "Estou muito honrado que a Federação tenha aceitado minha candidatura. Esta decisão não foi fácil porque requer alguns sacrifícios pessoais, mas quando olho para esta seleção da França e sua evolução hoje, fico muito entusiasmado com a ideia de poder trazer minha experiência a ela, a fim de avançar em direção a um único objetivo comum: a medalha de ouro nos Jogos Olímpicos de Paris", afirmou.

"É um verdadeiro desafio que nos espera. Esta equipe tem potencial e gostaria de destacar o trabalho admirável que Laurent Tillie tem feito com os seus jogadores ao longo dos últimos nove anos. Quero continuar este trabalho, ultrapassar os limites e as capacidades de cada um, continuar a fazê-los crescer como atletas e como seres humanos. É uma etapa necessária. Mas, por enquanto, só pode haver um objetivo: as Olimpíadas de Tóquio. Então, vou deixar Laurent, sua equipe e seus jogadores trabalharem para ter o melhor desempenho em Tóquio. Eles têm a capacidade e o talento", completou o brasileiro.

À frente da seleção brasileira, Bernardinho possui seis medalhas olímpicas, incluindo os ouros de Atenas- 2004, na Grécia, e no Rio-2016, no Brasil. Ele seguirá, por enquanto, como técnico do Sesc/Flamengo-RJ, no Rio de Janeiro.

Já Laurent Tillie está no comando da seleção francesa há nove anos, tendo o título do Campeonato Europeu em 2015 e o ouro na Liga Mundial em 2015 e 2017 como maiores feitos.
 

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados