search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Flamengo vence o Inter de virada e fica mais perto do título do Brasileirão

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Flamengo vence o Inter de virada e fica mais perto do título do Brasileirão


Gabigol marcou o gol da vitória do Flamengo sobre o Internacional (Foto: Reprodução / Twitter)
Gabigol marcou o gol da vitória do Flamengo sobre o Internacional (Foto: Reprodução / Twitter)

Atual campeão brasileiro, o Flamengo ainda não havia liderado esta edição do Nacional. Agora, às portas do encerramento da competição, não vê mais ninguém à sua frente e está a uma simples vitória de conquistar o bicampeonato.

Neste domingo (21), no Maracanã, a equipe rubro-negra venceu o Internacional por 2 a 1, de virada, e tomou a ponta do time gaúcho na penúltima rodada. Arrascaeta e Gabriel marcaram os gols flamenguistas depois que Edenilson havia aberto o placar.

Basta aos cariocas um triunfo no jogo da próxima quinta-feira (25), contra o São Paulo, no Morumbi, para confirmarem o título. Situação inusitada para Rogério Ceni, ídolo são-paulino enquanto jogador e que busca seu primeiro troféu como técnico na elite nacional -faturou a Série B pelo Fortaleza.

Além da perda da liderança, o Inter reclamou bastante da arbitragem de Raphael Claus, que expulsou Rodinei no início segundo tempo. O lateral direito, inclusive, só entrou em campo porque a diretoria gaúcha pagou cláusula de R$ 1 milhão para contar com o jogador, que está emprestado justamente pelo Flamengo.

Antes da bola rolar, torcedores flamenguistas se aglomeraram no entorno do Maracanã para esperar a chegada do ônibus da delegação. A aglomeração, contudo, foi dispersada pela Polícia Militar do Rio de Janeiro com bombas de gás lacrimogênio e de efeito moral.

No campo, o Internacional abriu o placar logo no início da partida, aos 11 minutos do primeiro tempo, em sua primeira boa chegada ao ataque. Patrick acionou Moisés na esquerda, o lateral cruzou e Yuri Alberto teve a camisa puxada por Gustavo Henrique. Pênalti. Edenilson cobrou bem, no ângulo, e marcou.

Com a vantagem, a equipe gaúcha se fechou atrás e permitiu que o Flamengo ficasse com o domínio das ações. Os cariocas circulavam a bola, mas tinham dificuldade de furar o bloqueio dos colorados, que por sua vez não conseguiam sair de trás, sufocados pelo avanço dos donos da casa.

O time comandado por Rogério Ceni tanto insistiu diante do recuo do Inter que foi premiado com o empate ainda na etapa inicial.
Filipe Luís ganhou rebote à frente da área e acionou Bruno Henrique. O atacante ganhou pela esquerda na velocidade de Rodinei, que parou com receio de derrubar o adversário, e cruzou para trás. Arrascaeta finalizou de perna esquerda, a bola tocou na trave e entrou.

Rodinei era personagem do jogo deste domingo antes mesmo da bola rolar. O lateral direito do Internacional, emprestado pelo Flamengo (e campeão brasileiro pelo clube em 2019), só pôde entrar em campo porque a diretoria gaúcha pagou uma cláusula de R$ 1 milhão para que Abel Braga pudesse contar com o jogador.

Minutos antes do fim do primeiro tempo, o lateral acertou o travessão de Hugo pela direita. Não seria sua última intervenção importante na partida. Logo no início do segundo tempo, Rodinei entrou duro em Filipe Luís e recebeu o cartão vermelho -após revisão de Raphael Claus no monitor.

Imediatamente após a expulsão, Ceni mandou a campo o centroavante Pedro no lugar de Isla, para ter mais um homem prendendo a atenção dos zagueiros colorados. Abel reagiu com a entrada do lateral direito Heitor na vaga de Praxedes, para recompor sua linha defensiva.

Com um a menos o Internacional, que já havia se fechado depois de abrir o placar, se armou em um 4-4-1, com duas linhas bem próximas, para tentar impedir que os flamenguistas arrumassem os espaços.

Mas Arrascaeta, que saiu da esquerda e passou a atuar mais centralizado, conseguiu encontrar um corredor e passou para Gabriel nas costas da zaga do Inter. O camisa 9 rubro-negro bateu cruzado, na saída de Lomba, e virou o jogo para o Flamengo, aos 17 da etapa final. Foi o 27º gol do atacante na temporada, o 14º no Brasileiro.

Para confirmar o título, o clube carioca só precisa vencer o São Paulo na 38ª rodada, no Morumbi. Os flamenguistas, contudo, ainda não superaram os são-paulinos nesta temporada. Em três encontros, somando o primeiro turno do Brasileiro e dois duelos pela Copa do Brasil, os tricolores venceram todos -incluindo vitórias por 4 a 1 e 3 a 0.

Já o Internacional, além de um tropeço dos rubro-negros, precisa vencer o seu compromisso, diante do Corinthians, no Beira-Rio. A última rodada do Campeonato Brasileiro será toda disputada na próxima quinta-feira (25), às 21h30.

FICHA TÉCNICA

FLAMENGO
Hugo; Isla (Pedro), Gustavo Henrique, Rodrigo Caio (Natan) e Filipe Luís; Diego (João Gomes), Gerson, Everton Ribeiro, Arrascaeta e Bruno Henrique; Gabriel Barbosa (João Lucas). Técnico: Rogério Ceni.

INTERNACIONAL
Marcelo Lomba; Rodinei, Zé Gabriel, Lucas Ribeiro e Moisés; Rodrigo Dourado (Johnny), Edenilson, Praxedes (Heitor), Patrick (Mauricio) e Caio Vidal (Galhardo); Yuri Alberto (Peglow). Técnico: Abel Braga.

Árbitro: Raphael Claus
Cartões vermelhos: Rodinei (INT)
Gols: Edenilson, do Inter, aos 11 minutos do primeiro tempo; Arrascaeta, do Flamengo, aos 28 minutos do primeiro tempo; Gabigol, do Flamengo, aos 17 minutos do segundo tempo.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados