search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

FGTS liberado nesta segunda-feira para nascidos em fevereiro

Notícias

Publicidade | Anuncie

Economia

FGTS liberado nesta segunda-feira para nascidos em fevereiro


Aplicativo Caixa Tem (Foto: Willian Moreira / Agência Estado)
Aplicativo Caixa Tem (Foto: Willian Moreira / Agência Estado)
A Caixa Econômica Federal começa a liberar amanhã o dinheiro do Fundo de Garantia por Tempo de Serviço (FGTS) dos nascidos em fevereiro. Cada trabalhador poderá sacar até R$ 1.045 de contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores).

Os pagamentos serão feitos em poupança social digital da Caixa e, inicialmente, os recursos estarão disponíveis apenas para pagamentos e compras com cartão de débito virtual.

Dessa maneira, a movimentação do dinheiro poderá, nessa fase, ser realizada somente com o uso do aplicativo Caixa Tem, sem custo.

Com a ferramenta é possível realizar compras em diversos estabelecimentos como supermercados e farmácias, assim como pagar boletos, como contas de água, luz e telefone.

Apenas a partir de 8 de agosto será possível fazer transferência ou saque. Essa estruturação para o recebimento visa evitar aglomeração nas agências, de forma a proteger tanto os clientes quanto os funcionários do novo coronavírus.

Para aqueles que tiverem mais de uma conta de FGTS, o saque será feito primeiro das contas inativas, iniciando pela conta que tiver o menor saldo.
Em seguida, o dinheiro será sacado das demais contas, começando sempre pela que tiver o menor saldo.

Tabela de saque emergencial do FGTS  (Foto: AT)
Tabela de saque emergencial do FGTS (Foto: AT)
Independentemente do número de contas, o valor não pode passar de R$ 1.045. A previsão é de que a operação movimentará durante todo o calendário mais de R$ 37,8 bilhões para aproximadamente 60 milhões de trabalhadores.

Crédito

Quem nasceu em março terá o crédito em conta a partir de 13 de julho. Mas só poderá fazer saque ou transferência a partir de 22 de agosto.

Já quem nasceu em abril terá o crédito dia 20 de julho, contudo só poderá sacar ou transferir a partir de 5 de setembro.

Saiba mais

Quem não quiser deve avisar

FGTS

  • A Caixa Econômica Federal começa a liberar amanhã o dinheiro do Fundo de Garantia por Tempo e Serviço (FGTS), dos nascidos em fevereiro. O valor será depositado em Conta Poupança Social Digital aberta automaticamente pelo banco.
  • Inicialmente o valor só poderá ser usado para pagamentos e compras com cartão de débito virtual. Somente a partir do dia 8 de agosto serão liberados saques e transferências, para os nascidos em fevereiro.

Transações

  • A partir da data de liberação para saque ou transferência, os trabalhadores poderão transferir os recursos para contas de qualquer banco, sem custos. Poderão também fazer o saque nos terminais de autoatendimento da Caixa e casas lotéricas.

Valor

  • Cada trabalhador poderá sacar até R$ 1.045 de contas ativas (do emprego atual) ou inativas (de empregos anteriores).
  • A previsão é de que durante todo o calendário sejam disponibilizados mais de R$ 37,8 bilhões para aproximadamente 60 milhões de trabalhadores do País.

Aviso

  • Quem não deseja receber o dinheiro deve avisar a Caixa Econômica Federal até dez dias antes do início do calendário de crédito.

Devolução ao fundo

  • Se o trabalhador não movimentar o dinheiro até dia 30 de novembro deste ano, ele será devolvido ao fundo, com a devida remuneração do período.

Mais informações

  • Site: fgts.caixa.gov.br
  • Internet Banking Caixa
  • Central de Atendimento CAIXA: 111, conforme calendário.
Fonte: Caixa Econômica Federal

Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados