search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Famílias retomam festas, mas com cuidados!
AT em Família

Famílias retomam festas, mas com cuidados!

Os planos de celebração de muita gente foram interrompidos pela pandemia do novo coronavírus. Casamentos foram replanejados, aniversários deixaram de ser comemorados e outras festas previstas tiveram de ser adiadas. Porém, com a redução no número de mortes por Covid-19 no Estado, muitas famílias estão retomando os festejos, mas sem abrir mão dos cuidados!

Apesar de eventos sociais com até 100 pessoas estarem liberados a partir de amanhã no Estado, há quem ainda prefira evitar aglomeração e comemorar em casa, só mesmo com a família ou com número restrito de convidados. E, ainda assim, com calçados do lado de fora e álcool em gel para todo lado.

“Álcool em gel em todas as mesas”

A comemoração do primeiro aninho costuma ser um evento grande, assim como planejava o casal de empresários Raisa Cani, 28, e Giovany Bissoli, 28, para o pequeno Gael. Mas a lista de convidados precisou ser enxugada várias vezes até chegar a apenas 40 convidados.

Raisa Cani, 28, e Giovany Bissoli, 28, para o pequeno Gael (Foto: Camilla Baptistin)
Raisa Cani, 28, e Giovany Bissoli, 28, para o pequeno Gael (Foto: Camilla Baptistin)


“Fizemos na casa da minha sogra que tem uma área aberta grande. Colocamos as mesas com afastamento e deixamos álcool em gel em todas elas”, lembra a mãe.

“Nós que fizemos tudo. Foi uma festa tradicional de família. Deu muito trabalho, mas deu tudo certo. É tanta coisa que vivemos nesse primeiro ano que não dá para deixar passar. Temos de comemorar!”, acrescenta a mãe.

De olho neste público, profissionais de diversas áreas tiveram que se adaptar para oferecer serviços de qualidade e com segurança.

Diretora da padaria Monza, Flávia Nicolau – que trabalha com pedidos para a partir de cinco pessoas – avalia que a casa das famílias tornou-se o novo cerimonial.

“Com isso, o serviço de delivery, que já era forte no Estado, vem crescendo absurdamente. Isso pode ser percebido pelo aumento na procura por kits de festa via delivery, que dispensam a necessidade de ter contato com diferentes fornecedores ou de sair de casa.”

Proprietário da Grillbox, Kaique Salles diz que as festas intimistas – que no auge da pandemia contavam com, no máximo, 10 pessoas – estão começando a se expandir.

Ele revela que hoje vem sendo registrada uma grande procura por eventos com até 25 pessoas. Por isso, ele planeja retomar um serviço que havia sido suspenso: o de churrasqueiro em casa.

A fotógrafa Camilla Baptistin, que atua com fotos de famílias e eventos, teve que se ajustar à nova demanda e diz que vem sendo muito procurada atualmente por quem deseja eternizar um momento, sem correr riscos.

“Passei a oferecer serviço de uma hora, justamente para não expor o cliente e nem me expor“.

Festa com 12 pessoas

Natália Cardoso Theodoro, 33, e o empresário Henrique Alexandre Theodoro, 34, tiveram que mudar os planos da comemoração do segundo aninho do Arthur (Foto: Pedro Luz)
Natália Cardoso Theodoro, 33, e o empresário Henrique Alexandre Theodoro, 34, tiveram que mudar os planos da comemoração do segundo aninho do Arthur (Foto: Pedro Luz)
Em isolamento no sítio da família por quatro meses, a nutricionista Natália Cardoso Theodoro, 33, e o empresário Henrique Alexandre Theodoro, 34, tiveram que mudar os planos da comemoração do segundo aninho do Arthur.

A festa seria maior e com serviços profissionais, mas foi feita em família com apenas as 12 pessoas que já estavam tendo contato.

“Todo mundo ajudou e foi tudo feito por nós. Só encomendamos a maquete do bolo e os pirulitos com desenhos dos animais. A festa ficou linda, mais bonita até do que imaginei. Ele se divertiu muito”, salienta a mãe.


DEPOIMENTOS


“Menos convidados”
“Para acontecimento imediato, as pessoas ainda estão receosas de planejar. A maioria optou por celebração intimista ou adiar. Houve mudança de comportamento até dos clientes do ano que vem. Eles estão reduzindo o número de convidados, investindo mais na festa e estão cada vez mais exigentes. Como têm mais tempo para planejar, estão contratando mais serviços.” - Thamiris Almeida, cerimonialista

Conflito na agenda
“Apesar da liberação, as pessoas ainda vão continuar muito receosas em fazer casamento neste momento por ser um evento com muito protocolo. Alguns têm feito o casamento em casa e muitos remarcaram a data para o ano que vem. Quem adiou, está com dificuldade de agendar por conflito na agenda dos fornecedores”. - Renata Bittencourt, cerimonialista


SAIBA MAIS


Tendências ao celebrar

> Ar intimista: Número reduzido de convidados até em eventos maiores.
> Maior exigência: Menos convidados, menor o custo. Então o valor é raplicado em outros serviços, aumentando a exigência dos anfitriões.
> Comemoração remota: Eventos transmitidos online ou lembranças enviadas para celebrar à distância.
> Registros em alta qualidade: Como a era do virtual exige boas imagens, até em eventos pequenos em casa há fotos profissionais.
> Kits por delivery: Para evitar contato com diferentes fornecedores e poupar trabalho em festas menores.

Fonte: Entrevistados e pesquisa AT.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados