search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Família prepara carreata e serenata para aniversário de idosa de 100 anos

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Família prepara carreata e serenata para aniversário de idosa de 100 anos


Amigos e familiares vão fazer uma homenagem especial para uma professora aposentada que completa, nesta sexta-feira (14), 100 anos de idade (Foto: Acervo Pessoal)
Amigos e familiares vão fazer uma homenagem especial para uma professora aposentada que completa, nesta sexta-feira (14), 100 anos de idade (Foto: Acervo Pessoal)

Amigos e familiares vão fazer uma homenagem especial para uma professora aposentada que completa, nesta sexta-feira (14), 100 anos de idade. Lygia Tavares Martins Costa vai receber serenata em frente à sua casa para celebrar a data tão marcante.

“A ideia era realizar uma festa, mas veio a Covid-19 e mudou nossos planos. Porém não poderíamos deixar passar essa data em branco”, explicou a contadora de história e funcionária pública, Maria Elvira Tavares Costa, filha da professora centenária.

A serenata está marcada para esta sexta, às 19 horas, na rua Felipe Moysés, e será conduzida por um grupo de amigos músicos. No domingo, haverá carreata às 10 horas, com concentração em frente à Igreja Matriz Velha, no bairro Independência.

Maria Elvira reforçou que a família está mantendo todo cuidado com relação à saúde da matriarca. “Minha mãe está muito feliz. Vai ser uma bela homenagem e ao mesmo tempo ela vai poder continuar dentro de casa, sem correr risco”, disse.

Ao lado do marido Domício Martins da Silva Sobrinho, que morreu há 12 anos, a professora Lygia teve quatro filhos, nove netos e 11 bisnetos. A aniversariante vai acompanhar a serenata da janela de casa.

“Além de ser uma data importante, a professora Lygia é uma pessoa superdelicada, merece todo nosso carinho. Alfabetizou tanta gente em Cachoeiro”, disse a turismóloga e professora de geografia Valéria Jordão, 60, que está organizando a homenagem especial.

“Ela era calma com todos os alunos, sempre com uma palavra de carinho para cada um. Eram aulas de civilidade e educação familiar e cívica”, disse o médico Silvio Casotti, que foi aluno da professora Lygia.

“Quanta história, quanta benção. Só o fato de ter passado conhecimento já merece um busto em praça pública. Agora sei de onde brota a sabedoria dos descendentes”, destacou o padre Rômulo Zagotto.

“Cem anos tenha eu, terei pouco para expressar toda a minha gratidão pelo privilégio do aprendizado com essa mulher-monumento que nos ensinava a praticar o amor ilimitado”, destacou o jornalista e ex-aluno Antonio Miranda.

Dona Lygia nasceu em Carangola-MG e veio para Cachoeiro muito nova. Filho do português Alvaro Tavares, industrial e maçon, casou-se com Domício, descendente de italiano de família humilde. “É uma história de amor e de muitas lutas”, destacou Maria Elvira.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados