search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Família Fla-Flu sintonizada no SBT

Esportes

Publicidade | Anuncie

Esportes

Família Fla-Flu sintonizada no SBT


O clássico entre Flamengo e Fluminense voltará a ser transmitido em TV aberta, desta vez na tela da TV Tribuna/SBT. Uma “família Fla-Flu” em Jardim Camburi, Vitória, assim como muitas outras pelo Estado e Brasil, vai sintonizar no canal para acompanhar o clássico decisivo da final do Campeonato Carioca nesta quarta-feira (15), às 21 horas.

Os irmãos Rodrigo, Bruno e Fabrício Rabello, além de Gabriella, mulher de Bruno, estão na expectativa para o jogão e para a transmissão. O jogo de ida, vencido pelo Fla, por 2 a 1, foi transmitido apenas pela FluTV, canal institucional do Fluminense no YouTube.

“Na TV a transmissão é melhor, mais profissional. O narrador do Fluminense, por exemplo, não falava o nome dos jogadores do Flamengo. Também é uma transmissão mais democrática, porque quem não tem internet pode acompanhar”, opina o advogado Rodrigo, de 49 anos.

A transmissão da partida começa às 20h45 e terá narração de Téo José, com promessa da “descontração característica do SBT”, como afirma a própria emissora.

Os irmãos Rodrigo, Fabrício, tricolores, e Bruno, rubro-negro assim como sua mulher Gabriella, vão ligar no SBT (Foto: Kadidja Fernandes/AT)
Os irmãos Rodrigo, Fabrício, tricolores, e Bruno, rubro-negro assim como sua mulher Gabriella, vão ligar no SBT (Foto: Kadidja Fernandes/AT)
Mas o clima entre os irmãos será de provocação. Rodrigo e Fabrício torcem para o Fluminense, assim como o pai Sebastião, de 77 anos. O Bruno, porém, é rubro-negro.

“É tenso, hein (assistir a jogos com eles). É daquele jeito. Um mexendo com o outro, dando murro na parede (risos)”, conta Gabriella, 44 anos, que torcia para o Vasco, mas acabou virando flamenguista depois do casamento com Bruno.

Já tem aposta entre os irmãos, que estão decidindo onde assistir. “O Bruno está ciente que vai bancar o churrasco, vai ter que mandar uma peça de carne para nossa casa. Por causa da pandemia, eu e Rodrigo devemos assistir juntos e o Bruno na casa dele, mas rola a chamada de vídeo para aquela zoação durante o jogo”, conta Fabrício, corretor de imóveis, 44 anos.

Em vantagem por causa da vitória rubro-negra no jogo de ida, o gestor comercial Bruno, 47, está confiante, apesar da ausência de Gabigol hoje: “Clássico sempre preocupa. Contra o Flamengo, o Fluminense dá a vida. Mas aposto em 3 a 0 para o Flamengo e confio muito no Pedro. Ele entra e faz gol. Sempre teve estrela”.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados