search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Falta de medicamentos impede abertura de UTI construída no Sul do Estado

Notícias

Publicidade | Anuncie

Saúde

Falta de medicamentos impede abertura de UTI construída no Sul do Estado


Estrutura montada no Hospital de Itapemirim (Foto: Alessandro de Paula / AT)
Estrutura montada no Hospital de Itapemirim (Foto: Alessandro de Paula / AT)

A Prefeitura de Itapemirim anunciou que concluiu, em parceria com a Santa Casa de Misericórdia de Cachoeiro de Itapemirim, a implantação de 10 leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI) geral no Hospital Menino Jesus, distrito de Itaipava, em Itapemirim, no Litoral Sul.

No entanto, segundo a prefeitura, apesar dos leitos de UTI estarem todos equipados, não abriu a unidade ainda por falta de medicamentos no mercado usados em pacientes internados, como relaxantes musculares e anestésicos.

Até então, a falta destes remédios parecia atingir apenas as unidades para Covid-19, mas afeta também outros tipos de internação. O Hospital Evangélico do Litoral Sul e as santas casas de Cachoeiro e de Guaçuí também tem poucos remédios em estoque.

A prefeitura afirma que tem se empenhado com a Santa Casa de Cachoeiro, a administradora do hospital, para encontrar uma solução e ressalta que a falta de remédios é resultado de uma procura maior do que a capacidade de produção da indústria.

Em nota, a Santa Casa de Cachoeiro disse que a UTI está equipada e pronta para ser inaugurada, mas ressalta que em função da falta de medicamentos no mercado, problema nacional e enfrentado por demais hospitais, o funcionamento vai acontecer assim que a situação for regularizada.

Em entrevista anterior, o prefeito Thiago Peçanha afirmou que o município investiu R$ 4 milhões na UTI do Hospital Menino Jesus, entre aquisição de equipamentos e adaptações na estrutura do prédio. Os leitos não são para coronavírus, mas Thiago não descarta utilizá-los para pacientes com a doença, caso seja necessário.

O governador Renato Casagrande informou, durante inauguração dos leitos do Hospital do Aquidaban, em Cachoeiro, na segunda-feira, que vem emprestando, dentro das possibilidades, medicamentos aos hospitais filantrópicos.

“O ideal é que o governo federal coordenasse a compra de remédios. Quanto aos hospitais do governo do estado, todos estão abastecidos. Vamos comprar mais medicamentos e à medida que pudermos iremos emprestar aos filantrópicos”, destacou.

Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados