search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Ex-Combatente capixaba que lutou na 2ª Guerra morre aos 101 anos

Notícias

Publicidade | Anuncie

Cidades

Ex-Combatente capixaba que lutou na 2ª Guerra morre aos 101 anos


Morador de Castelo, Anacleto Brunoro mostra diploma de campanha. (Foto: Arquivo Pessoal)Morador de Castelo, Anacleto Brunoro mostra diploma de campanha. (Foto: Arquivo Pessoal)

O ex-combatente capixaba que integrou a Força Expedicionária Brasileira (FEB) durante a Segunda Guerra, Anacleto Brunoro, morreu nesta segunda-feira (03), no dia em que completava 101 anos.

Brunoro estava internado em uma Unidade de Tratamento Intensivo (UTI) em um hospital de Vila Velha, após apresentar problemas respiratórios na última semana e morreu na manhã desta segunda por complicação respiratória aguda.

O “pracinha” era morador de Castelo e foi um dos 345 capixabas que estiveram nos combates travados em 1945 em Monte Castello, ponto estratégico, de acesso ao norte italiano e à França. Ele e os combatentes brasileiros mantiveram os alemães ocupados e sem chance de se deslocarem para outras regiões tomadas por aliados.

Brunoro decidiu seguir carreira no Exército em 1940, aos 20 anos de idade. Quatro anos depois, embarcou como sargento rumo ao país europeu, onde lutou na Segunda Guerra Mundial por um ano e quatro meses.

Anacleto, que se tornou 2º tenente da Reserva do Exército Brasileiro, foi homenageado há um ano com a medalha Marechal Mascarenhas de Moraes, em comemoração ao seu centenário e pelos serviços prestados à FEB.

O veterano era um dos 8 últimos pracinhas capixabas vivos que haviam prestado serviços durante a guerra.

Em nota, o 38º Batalhão de Infantaria lamentou a morte de Brunoro, se solidarizou com familiares e amigos do ex-combatente e informou que está prestando apoio.

O governador do Estado, Renato Casagrande, lamentou a morte do veterano em uma publicação em uma rede social.

4, 2021

O ex-combatente será sepultado nesta terça-feira (04) em Araçui, distrito de Castelo, onde morava. A cerimônia vai contar com todas as honras militares, inclusive o tiro de guerra.