search
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.


Assine agora e tenha acesso ao conteúdo exclusivo do Tribuna Online!

esqueceu a senha? Assinar agora
Cookies não suportados!

Você está utilizando um navegador muito antigo ou suas configurações não permitem cookies de terceiros.

Estado quer testar também parentes de pacientes com Covid

Notícias

Publicidade | Anuncie

Coronavírus

Estado quer testar também parentes de pacientes com Covid


Neste sexto mês de pandemia da Covid-19, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) ampliou os critérios de testagem, incluindo todo cidadão com sintomas. Agora, a pasta caminha para executar uma nova meta: incluir parentes de contaminados, mesmo que assintomáticos.

“Estamos finalizando essas análises, as questões específicas. Devemos resolver ainda nesta semana. Dependendo do núcleo de trabalho e família, poderemos testar os contatos, com objetivo de que, tendo um caso confirmado, os envolvidos sejam avaliados e testados. Se for o caso, isolados”, disse Luiz Carlos Reblin, subsecretário de Vigilância em Saúde.

Um exemplo dessa ampliação seria dentro de uma casa: se um pai testar positivo, o filho também seria testado de forma nasal (SWAB) para o teste PCR (o “padrão ouro”), mesmo assintomático.

“Pode ser que o parente não tenha sintoma, mas seja do grupo de risco. São essas questões que estamos analisando”, falou Reblin.

Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen-ES) está funcionando com sua capacidade máxima (Foto: Divulgação)
Laboratório Central de Saúde Pública do Estado (Lacen-ES) está funcionando com sua capacidade máxima (Foto: Divulgação)
Para ampliar a capacidade de testagem, o subsecretário garante que o Laboratório Central de Saúde Pública do Espírito Santo (Lacen-ES) está funcionando com sua capacidade máxima, sem exames represados.

“Para o PCR, temos a plenitude da capacidade sendo utilizada e não tem represamento. Há um tempo diferente para testes específicos, como os inconclusivos, por exemplo. Mas, para emergências, estamos trabalhando com o prazo de entrega entre 24 e 36 horas”, disse, salientando que a capacidade atual gira em torno de 2,5 mil testes por dia.

A ampliação de testagem já decidida – em que todo cidadão capixaba com qualquer sintoma respiratório que cause suspeita de coronavírus poderá realizar o teste PCR em tempo real – vai começar ainda nesta semana, garantiu Luiz Carlos Reblin.

“Vamos iniciar uma testagem que estávamos programando para quando os casos baixassem mesmo, porque terão similaridade de como era no começo da pandemia: quem tiver sintoma, independente de idade, de comorbidades, nós vamos coletar SWAB nasal e fazer o PCR”, finaliza.


SAIBA MAIS


Protocolos de testagem

  • Com o avanço da pandemia, a Secretaria de Estado da Saúde (Sesa) atualizou os critérios de testagem no Espírito Santo. Eles foram ficando ora mais restritos, ora mais flexíveis.
  • A última atualização foi no sentido de ampliação: pessoas com qualquer sintoma respiratório que cause suspeita de novo coronavírus poderão realizar o teste PCR em tempo real.
  • Em dado momento, a testagem se restringiu para apenas aqueles que eram do grupo de risco ou possuíam comorbidades (outras doenças), eram profissionais da saúde, da segurança, gestantes, entre outros.
  • Agora, o governo caminha para flexibilizar mais uma vez, incluindo assintomáticos, mas que tiveram contato com pacientes contaminados na família ou no trabalho. A informação foi confirmada pelo subsecretário de Estado de Vigilância em Saúde, Luiz Carlos Reblin.
  • Ampliar a testagem é possível porque a pandemia, no sexto mês, permite mais processamentos de exames no Laboratório Central de Saúde Pública do Espírito Santo, segundo o governo. No auge da pandemia, com pico de casos e mortes, existiam exames represados, o que impossibilitava a ampliação.
  • Hoje, o laboratório possui capacidade de realizar até 2.500 exames por dia.

Fontes: Sesa e pesquisa/AT.
Entrar no grupo do WhatsApp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna Online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp.


Olá, !

Esse é o seu primeiro acesso por aqui, então recomendamos que você altere o seu nome de usuário e senha, para sua maior segurança.



Manter dados