X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Watford vai vender ações aos torcedores para ajudar a financiar contratações


O time de futebol inglês Watford ofereceu aos torcedores a chance de comprar ações do clube em uma tentativa de ajudar a contratar novos jogadores e retornar à primeira divisão. A equipe, da segunda divisão, foi o último na elitea em 2022 e já foi propriedade do cantor Elton John.

O Watford está oferecendo aos torcedores a chance de comprar uma participação total de cerca de 10% por um preço que avalia o clube em 175 milhões de libras (T$ 1,1 bilhão), dizendo que o dinheiro será parcialmente usado para financiar transferências.

Um comunicado do Watford disse que uma plataforma online com "vasta experiência em ofertas de ações digitais" lidará com vendas "em libras ou dólares, sem necessidade de compra via criptomoeda". O clube disse que está explorando oportunidades de investimento e pretende arrecadar 17,5 milhões de libras.

"Parte do financiamento será canalizada para recrutamento para fortalecer o elenco do (técnico) Tom Cleverley enquanto buscamos um retorno à Premier League", disse o clube.

Watford é propriedade do empresário italiano Gino Pozzo. Elton John comprou o clube em 1976, teve um sucesso sem precedentes na década de 1980 e agora é seu presidente honorário vitalício.

O comunicado anunciando a emissão de ações também alertou os fãs sobre o risco de investir. "Não invista a menos que esteja preparado para perder todo o dinheiro que investe", disse Watford. "Este é um investimento de alto risco e é improvável que você esteja protegido se algo der errado."

Em 12 anos de propriedade da família Pozzo, o Watford foi promovido duas vezes à primeira divisão e rebaixado duas vezes. Fez dezenas de acordos de transferência com o clube italiano Udinese, de propriedade da família, no valor de dezenas de milhões de dólares.

Cleverley é o 21º técnico permanente ou interino contratado pela família Pozzo em Watford. Nenhum deles durou de dois anos no cargo.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: