X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Vitória vence e é tetracampeão da Copa Espírito Santo

O time de Bento Ferreira derrotou o Rio Branco nos pênaltis e garantiu uma vaga na Copa do Brasil 2023

Greg Poloni | 30/07/2022 20:29 h | Atualizado em 30/07/2022, 20:52

Vitória X Rio Branco

Vitória é campeão da Copa Espírito Santo
Vitória X Rio Branco Vitória é campeão da Copa Espírito Santo |  Foto: Fábio Nunes
 

O Alvianil é o mais novo campeão da Copa ES. Após uma final disputada contra o Rio Branco, onde cada equipe fez um gol no tempo regular, o jogo foi decidido nos pênaltis, com placar final de 4 a 2.

Com o resultado o time de Bento Ferreira ganha vaga para disputar a Copa do Brasil do ano que vem. Já o Rio Branco, por ficar em segundo, vai disputar a Copa Verde 2023, torneiro que engloba os times das regiões Norte, Centro-Oeste e do Espírito Santo.

O time do Vitória começou ditando o ritmo e abriu o placar logo aos 50 segundos, com o atacante Matheus Costa, após belo lançamento de João Paulo. O gol relâmpago fez o time do Rio Branco partir para o ataque. Aos 4 minutos o Capa Preta chegou com perigo com um cabeceio de Caio Martins, mas a bola acabou indo para fora.

 

null Marcela Delatorre Lovatti
 

O Vitória teve a chance de ampliar aos 12 minutos com jogada em que Edinho deixou Carlos Vitor de frente pro goleiro Diogo, mas o chute saiu fraco e em cima do goleiro. do Rio Branco. Ainda no primeiro tempo o VAR anulou um gol do Brancão, onde Matheus Surcin estava impedido quando balançou as redes.

O Alvianil ainda teve mais dois lances de perigo no fim da primeira etapa, com o meia Edinho em uma cobrança de falta que acertou a trave e em uma finalização que foi por cima do gol.

No segundo tempo o jogo ficou menos movimentado, o Vitória cedendo campo para o Rio Branco que quase empatou em um cabeceio de Jhonatan Guerreiro, após escanteio cobrado por Rafinha, mas a bola morreu na trave de Allan Camillato.

Zé Gatinha quase fez o segundo do Vitória em um lance que tentou por cobertura ao ver Diogo fora do gol, mas a bola acabou saindo pela linha de fundo. O jogo só esquentou nos minutos finais da segunda etapa.

Nos acréscimos o VAR novamente deu as caras e marcou pênalti para o Capa Preta depois da bola bater no braço de Dodô. Rafinha cobrou e deixou tudo igual no Kleber Andrade.

A decisão então foi para os pênaltis. O Vitória foi o primeiro a cobrar e abriu a contagem com a conversão de Rodriguinho. Na sequência Rafinha desperdiçou a chance de manter o placar igual.

Os outros a cobrarem pelo Vitória foram João Paulo, Zé Gatinha, Diogo e Dodô, com somente a cobrança de Diogo não sendo convertida. Pelo lado do Rio Branco Igor Caldeira e Henrique ainda marcaram, mas Maurício parou na defesa de Allan Camillato. Resultado de 4 a 2 para o time de Bento Ferreira e festa para a torcida Alvianil. 

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS