X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Vitória vence clássico contra a Desportiva e segue 100% no Capixabão

| 09/02/2020 12:34 h | Atualizado em 09/02/2020, 14:25

Ramon, de barriga, fez o gol do Vitória no clássico contra a Desportiva
Ramon, de barriga, fez o gol do Vitória no clássico contra a Desportiva |  Foto: Vitor Nicchio / Vitória FC

O Vitória segue imbatível nesta temporada. Embalado pela classificação inédita na Copa do Brasil, o time de Bento Ferreira venceu a sua terceira partida no Capixabão 2020 e segue 100% na competição.

A vítima da vez foi a Desportiva Ferroviária, que foi derrotada por 1 a 0, no Salvador Costa, na manhã deste domingo. O gol da vitória foi marcado por Ramon, de barriga, aos 16 minutos da primeira etapa, após jogada pela direita de Betão.

De quebra, o atual campeão estadual derrubou um jejum de 10 anos sem vencer o rival em partidas válidas pelo Capixabão. O último triunfo foi na 13ª rodada do Estadual de 2010, quando venceu por 2 a 0. De lá para cá foram disparados sete clássicos, com quatro empates e três vitórias grená.

Com o resultado, o Vitória segue na liderança do Estadual agora com nove pontos. Já a Desportiva, que tem um jogo a menos, segue sem vencer

Na próxima rodada o Vitória vai até Cachoeiro enfrentar o Estrela, quarta-feira, as 20h15. Já a Desportiva fará o clássico contra o Rio Branco, no mesmo dia e horário, no Engenheiro Araripe.

Confusão

Ao final do clássico, um princípio de confusão teve que ser contido pelo policiamento no estádio. Torcedores da Desportiva, após deixarem o espaço reservado aos visitantes, passaram pelo acesso da entrada social do Salvador Costa e foram até a parte destinada a torcida do Vitória.

Cerca de 10 policiais que faziam a segurança do clássico agiram rápido e apartaram as duas torcidas antes que o confronto tivesse início. Os torcedores visitantes foram retirados do local.

FICHA TÉCNICA

Vitória: Harrison, Cassio (Emerson), Ferrugem, Ewerton e Thainler; Lucas Barbosa, Igor Pimentel e Chiquinho; Carlos Vitor, Ramon (Gianlucas) e Betão (Léo Gonçalves). Técnico: Rodrigo Fonseca

Desportiva: Felipe; Wemerson, David, Leandrão, João Vitor; Max, Marcos Vinícius (Pajé) e Dodo; Leandro Teixeira (Dan Dan), Cristian e Bidick (Felipe Linhares). Técnico: Marcelo Henrique Aguiar

Gol: primeiro tempo - Ramon, aos 15 minutos
Árbitro: José Wellington Bandeira
Público: 506 pagantes (571 total)
Renda: R$ 11.740,00

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS