X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Verstappen reclama de carro 'pulando como canguru' no treino em Mônaco: 'Não espero milagres'


Um dia após prever dificuldades para a Red Bull no GP de Mônaco com o crescimento de Ferrari e McLaren, o holandês Max Verstappen não escondeu seu descontentamento com a produção da equipe no primeiro dia de treinos livres em Montecarlo. Apenas o 11º, à frente do companheiro Sérgio Pérez, o tricampeão mundial reclamou muito do carro, "pulando como um canguru."

Na semana passada, em Ímola, a Red Bull também demonstrou falhas nos treinos livres. Depois, Verstappen cravou a pole e ganhou a corrida. Muitos disseram que era uma estratégia do holandês e ele poderia estar repetindo agora. Mas, por suas palavras, ele deixou no ar que não há soluções para a corrida de domingo.

"Ímola foi completamente diferente, também com problemas diferentes que você pode resolver com a configuração. Mas esse tipo de coisa (trepidações em Mônaco) você não consegue resolver com configuração", disparou o holandês, flagrado no rádio reclamando do carro "pulando como canguru."

"É assim que o carro é feito e projetado, e esse tipo de coisa não pode ser mudado da noite para o dia, por isso estamos presos a isso. Tentaremos melhorar um pouco, mas não espero milagres", continuou, descrente de um bom resultado No GP de Mônaco.

"Acho que nem consigo descrever o que realmente está acontecendo, é muito difícil. Não é algo que eu não esperava, mas está definitivamente no limite superior do pior resultado possível do fim de semana até agora", esbravejou Verstappen. "Há muitos solavancos, freios e mudanças de curvatura na pista, e para nós isso é basicamente impossível de superar. Cada vez que ultrapassamos isso, perdemos muito tempo de volta, só porque o carro não anda bem."

Por causa dos problemas, a Red Bull sequer está conseguindo acompanhar os carros do Top-10. E Verstappen repete que não vê solução. "Isso definitivamente está nos impedindo no momento de ir mais rápido. Também acho que não há uma direção ou solução real e clara para o fim de semana para tentar resolver algo assim."

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: