X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Tonali, do Newcastle, pega suspensão condicional de 2 meses por violar regras de apostas


O volante Sandro Tonali, do Newcastle, levou uma suspensão condicional de dois meses, aplicada pela Federação Inglesa de Futebol, por violar as regras de apostas. Ele já havia sido penalizado pela Federação Italiana por dez meses por cometer a mesma infração enquanto atuava no país.

Tonali admitiu ter violado suas regras em 50 ocasiões ao fazer apostas em partidas do ano passado entre os meses de agosto a outubro. À Federação Inglesa, ele relatou essas irregularidades em 20 de outubro e admitiu ter apostado em quatro partidas do Newcastle ( três das quais ele estava envolvido) mas sempre em seu time para vencer.

Uma comissão reguladora independente sancionou o atleta com uma suspensão de dois meses que foi suspensa até o final da próxima temporada "enquanto se aguarda qualquer nova violação" das regras de apostas, bem como uma multa de 20.000 libras, algo em torno de R$ 128 mil, e advertência.

"As razões convincentes para suspender a sanção desportiva incluem o fato de Tonali ter assumido a má conduta, ter admitido plenamente a mesma e feito isso em circunstâncias em que não há outras provas para apoiar estes processos", disse a comissão.

Tonali chegou ao Newcastle vindo do Milan em julho passado. No entanto, ele fez apenas 12 partidas pelo clube depois de ser pego em uma investigação mais ampla de apostas que resultou na suspensão do meio-campista da Juventus, Nicolò Fagioli, por sete meses.

Giuseppe Riso, agente do jogador, reconheceu que seu cliente tinha problemas com jogos de azar. Após admitir aos promotores que apostou no Milan e no Brescia quando defendeu esses clubes, o atleta concordou com um acordo judicial com a federação italiana que incluía terapia para o vício do jogo.

Em nota, o Newcastle afirmou que o volante está fazendo parte de um plano terapêutico e educacional com o apoio do clube para superar essa essa questão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: