X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Técnico do Guarani lamenta situação de sua cidade no RS: 'Meus amigos perderam tudo'


Recém-chegado ao Guarani, o técnico Júnior Rocha também vem sendo afetado pela tragédia que vive o Rio Grande do Sul. Natural de São Leopoldo, a cerca de 60 km de Porto Alegre, ele lamentou a situação e contou relatos de familiares e amigos da região. Sua cidade natal conta com mais de 100 mil pessoas desabrigadas.

"Me dá uma tristeza muito grande porque a minha rua está submersa. É a rua onde fui criado. O apartamento da minha irmã só não entrou água porque ela mora no segundo andar e, mesmo assim, faltou só 40 centímetros. Meu pai está morando no litoral, está em segurança, mas vai perder a casa de São Leopoldo que está alugando. A água foi no teto", revelou.

Júnior Rocha também comentou sobre a situação dramática que seus amigos vivem. "Tenho vários amigos pedindo ajuda. Minha família saiu ilesa, mas todos meus amigos de infância perderam tudo. Só quem está lá sabe a gravidade. Se eu mostrar o áudio do Everton Vanoni, meu auxiliar no CRB, vocês choram. Ele conseguiu salvar o notebook, duas roupas para os filhos e uma bermuda para ele. É muito triste", lamentou.

O treinador também fez questão de elogiar as ações do Guarani. Uma delas foi fazer uma promoção para dar mais um ingresso em troca de uma doação. "Quero agradecer a todos que ajudaram e fazer um apelo para que continuem ajudando. O brasileiro nunca desiste e vamos precisar nos reconstruir. O Guarani foi muito feliz nas arrecadações e doações. Fiquei muito feliz e toda a minha família também ficou", contou.

Após a vitória por 2 a 0 contra o Botafogo, o Guarani chegou a três pontos, ainda na zona de rebaixamento, em 17º. Nesta terça-feira, às 21h30, o time entra em campo diante do Coritiba, no Couto Pereira, em Curitiba (PR), pela quinta rodada.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: