X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Sinner ganha clássico italiano, Alcaraz avança e brasileiros vencem em duplas em Wimbledon


Jannik Sinner precisou de três tie-breaks para superar o compatriota Matteo Berrettini na segunda rodada de Wimbledon. Em grande disputa de 3h43, com algumas trocas de pontos sensacionais, levantando o público, o líder do ranking se garantiu com vitória por 3 sets a 1, parciais de 7/6 (7/3), 7/6 (7/4) 2/6 e 7/6 (7/4).

Diante de um finalista do Grand Slam de Londres - Berrettini perdeu na decisão de 2021 -, Sinner ainda precisou lutar com parte da torcida contra. Ele teve alguns momentos de fúria, jogando a raquete em uma disputa de ponto na rede e se descontrolando no terceiro set. Mas foi acalmado pelo córner e buscou a dura vitória.

"Como já disse na primeira rodada, para mim é uma grande honra jogar aqui num local tão incrível. Hoje fiz minha primeira partida na quadra central e é realmente especial. O apoio tem sido incrível e espero ver todos vocês na próxima rodada. Tenham uma boa noite", agradeceu o tenista. A partida terminou quase 22h30 na Inglaterra.

Como era esperado, a partida começou com bastante equilíbrio e os dois primeiros sets foram decididos no tie-break, ambos com Sinner levando a melhor. O líder do ranking fez 7/3 para abrir 1 a 0 e depois teve de reagir depois de ficar atrás com 4 a 2, para levar ao desempate e fazer 7/4.

Dono de golpes potentes e saque forte, Berrettini pressionou bastante o serviço do compatriota para se impor no terceiro set. Começou com duas quebras e abriu logo 5 a 1. Sem permitir a reação, fechou em 6 a 2.

Empolgado por ganhar a terceira parcial, Berrettini conseguiu a quebra para abrir 2 a 1 no começo do quarto set. Mas não manteve o saque e permitiu que o compatriota virasse, sempre com um game à frente. Com 6 a 5, o líder do ranking teve o match point com 30 a 40 no serviço do compatriota. Devolveu o saque na rede, porém. A definição novamente sairia no tie-break.

Sinner iniciou o game desempate mandando fora. Berrettini, contudo, parecia desconcentrado e não aproveitou. Com erro não forçado, permitiu 4 a 2 ao líder do ranking. Confirmando o saque, o favorito abriu 6 a 3. Fechou no segundo match point.

Atual campeão, Carlos Alcaraz já está na terceira rodada em Londres. E mais uma vez ganhando uma partida por 3 sets a 0 e de maneira rápida. O espanhol superou nesta quarta o australiano Aleksandar Vukic e terá pela frente o americano Frances Tiafoe.

Terceiro favorito, Alcaraz teve um primeiro set mais duro. Depois de abrir 5 a 2, permitiu a virada para 6 a 5, mas conseguiu quebrar novamente e evitar perder a parcial. Levou a definição ao tie-break e foi melhor, marcando 7 a 5.

O australiano não manteve mais o bom rendimento na partida, ainda mais com o crescimento de Alcaraz, e as parciais seguintes foram mais tranquilas, com o espanhol anotando 6/2 e 6/2, fechando após 1h51.

Alcaraz terá pela frente Frances Tiafoe (29º favorito), algoz do croaca Borna Coric. O americano avançou com 7/6 (7/5), 6/1 e 6/3. Outro cabeça dos Estados Unidos a ganhar foi Tommy Paul (12º), com 4/6, 6/3, 5/7, 7/5 e 6/4 sobre o finlandês Otto Virtanen.

Entre as apostas para brigar pelo título, russo Daniil Medvedev (5º) superou o francês Alexandre Müller por 3 a 1, parciais de 6/7 (3/7) , 7/6 (7/4), 6/4 e 7/5. Dos tenistas do Top 10, a decepção ficou por conta da eliminação do norueguês Casper Ruud (8º), diante do italiano Lorenzo Sonego, com 6/4, 7/5, 6/7 (1/7) e 6/3.

MATOS E MELO AVANÇAM

Formando uma das duplas que vão representar o Brasil em Paris-2024, Rafael Matos e Marcelo Melo estrearam bem em Wimbledon nesta quarta-feira. Os tenistas gaúcho e mineiro tiveram pela frente os convidados britânicos Jacob Fearnley e Jack Pinnington Jones e ganharam por 2 sets a 0, parciais de 6/4 e 7/6 (7/5), em jogo de 1h42.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: