X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Sem um '5 fixo', Andreas Pereira vê meio-campo da seleção brasileira mais dinâmico


Vivendo uma grande fase na carreira, Andreas Pereira vê o meio-campo da seleção brasileira mais dinâmico sem a presença de um "5 fixo" após o início do trabalhos do técnico Dorival Júnior para a disputa de dois amistosos, contra o México, no sábado, e diante dos Estados Unidos, dia 12, antes da Copa América. O jogador do Fulham está em Orlando, nos Estados Unidos, com o restante do elenco.

"Todos os nossos jogadores neste setor atuam no Campeonato Inglês, onde os jogos são muito dinâmicos. Nos conhecemos bem e isso vai ajudar muito", afirmou, revelando outra função na equipe nacional. "Sabemos que vai ser necessário ajudar a defesa, mas também o ataque", continuou o jogador do Fulham, que conta com a confiança de Dorival, com quem trabalhou no Flamengo.

"O Dorival me ajudou muito em um momento no qual eu precisava. Foi ele também que me trouxe para a seleção. Ele sabe onde eu posso jogar e em que funções atuar", enfatizou o meio-campista, em entrevista coletiva.

O meio-campista foi crucificado por erro na final da Libertadores de 2021 que acabou dando o título ao Palmeiras sobre o Flamengo, na prorrogação, com gol de Deyverson. Na época, ficou muito abalado e acabou deixando o País. Não, antes, sem receber os primeiros conselhos de Dorival.

"Acho que, sobre a saída do Brasil, (a recuperação psicológica) já iniciou na retomada com o próprio Dorival, no Flamengo. Ele me levantou e cabeça e quando cheguei ao Fulham, o técnico Marco Silva também me ajudou muito. Graças a essas pessoas que estou aqui hoje, então só tenho a agradecer."

Andreas Pereira revelou como deverá atuar o setor de meio de campo da seleção na Copa América. "O Dorival diz que é 'atacar marcando'. Você tem de entrar mais na área para fazer gol, mas também precisa recompor rápido para cobrir o avanço dos laterais."

A seleção está treinando em Orlando desde o dia 30 de maio e alguns ex-jogadores visitaram o grupo para passar apoio e confiança, entre eles o volante Emerson e o meia-atacante Rivaldo. Para Andreas, a presença só faz fortalecer o grupo.

"É uma honra ver os ex-jogadores virem aqui, um orgulho imenso tirar foto com eles. Vi o Emerson, o Rivaldo também veio. Quando eu era criança, assistia aos jogos deles com meu pai e tinha vontade de estar na seleção, era um sonho de criança. Fico feliz com eles nos apoiando e voamos querer marcar história na seleção como eles fizeram."

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: