X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Seleção masculina de basquete vence Letônia e volta à Olimpíada após ausência em Tóquio


A seleção masculina de basquete conquistou neste domingo, em Riga, a vaga para os Jogos de Paris-2024 ao vencer o Pré-Olímpico da Letônia. O retorno à Olimpíada após a ausência nos Jogos de Tóquio, disputados em 2021, foi selada com uma vitória sobre a seleção da casa por 94 a 69 na final da competição. Somente o campeão do Pré-Olímpico foi agraciado com a vaga.

A chave para vitória e a conquista da vaga foi o forte esquema defensivo montado pelo técnico da seleção brasileira, Aleksandar Petrovic, que após a vitória sobre as Filipinas na semifinal já havia abordado o tema. "O que nos resta? Trabalhar bem a defesa", afirmou Petrovic. "Podemos no organizar bem nisso e precisamos começar a partir da defesa, não do ataque", completou o técnico.

A teoria foi colocada em prática desde o início do jogo e o Brasil foi soberano. Conseguiu a primeira posse de bola, logo abriu 8 a 0 e nunca ficou atrás do placar. Em nenhum momento, a Letônia conseguiu sequer ameaçar a ter mais pontos do que o Brasil. A menor diferença registrada foi de 4 pontos no início do jogo.

O primeiro quarto do Brasil foi impecável. Com o sistema defensivo bem montado, a seleção forçava o erro dos adversários, que só foram marcar seus primeiros pontos depois de mais de 3 minutos de jogo. Além disso, o Brasil foi perfeito nos arremessos de 3 pontos e conseguiu o aproveitamento de 100%, incluindo o último lance do primeiro quarto, quando Caboclo arremessou antes do meio da quadra no estouro do cronômetro e a bola caiu. O placar mostrava 34 a 11 para o Brasil.

Depois foi só administrar o placar para garantir a vaga olímpica, o que a equipe comandada por Petrovic conseguiu de maneira tranquila. Em diversos momentos, a Letônia buscou escalar no placar com os arremessos de 3 pontos, mas as bolas não caíam e aumentavam o desconforto do time da casa.

A Letônia começou o segundo quarto com mais intensidade e conseguiu diminuir a desvantagem. Perto da metade do período, o armador Yago sentiu a perna após uma disputa no ataque e deixou a quadra carregado. O técnico Petrovic também decidiu poupar Bruno Caboclo, que já acumulava duas faltas, no final do quarto. O Brasil terminou o primeiro tempo comandando o placar por 49 a 33.

A seleção brasileira conseguiu manter a solidez defensiva no segundo tempo, enquanto a Letônia demonstrava nervosismo com a passagem do tempo sem conseguir diminuir a desvantagem. O terceiro quarto terminou com o Brasil 26 pontos na frente: 72 a 46.

No último quarto, os letões demonstraram desânimo e o Brasil só precisou esperar os 10 minutos passarem para comemorar a inclusão entre as 12 seleções que jogarão nos Jogos Olímpicos de Paris.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: