X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

São Paulo visita o Ituano para garantir classificação e esquecer tumulto de clássico


O São Paulo joga sua últimas fichas pela classificação para as quartas de final do Campeonato Paulista neste domingo, às 16h. Diante do Ituano, no Estádio Novelli Júnior, a equipe tricolor quer esquecer a tensão do clássico com o Palmeiras e fazer valer sua força para avançar de fase sem grandes percalços ao longo do duelo.

Líder do Grupo D, o São Paulo soma 19 pontos, mesma pontuação do Novorizontino, vice-líder. Quem também está de olho na vaga é o São Bernardo, que surge na terceira colocação, com 18 pontos. Por isso, o time tricolor tem de evitar um novo tropeço. O time de Novo Horizonte tem o compromisso mais fácil ao receber a Portuguesa em seu estádio. Já o conjunto do ABC visita o Mirassol. Para o São Paulo avançar, portanto, basta uma vitória simples.

No duelo em Itu, o técnico Thiago Carpini terá um desfalque importante. O volante Pablo Maia recebeu o terceiro cartão amarelo no clássico e está suspenso para o jogo decisivo. Além dele, Wellington Rato, Nikão e Luiz Gustavo continuam se recuperando de lesão e ficam fora.

A boa notícia para o treinador são-paulino é o retorno de Jonathan Calleri. O centroavante ficou fora do clássico, mas teve participação bastante ativa nos bastidores. Ele foi flagrado junto com outros colegas de time e da diretoria gritando e xingando a equipe de arbitragem no último domingo. O argentino, Rafinha, Rato, o presidente Júlio Casares, os diretores Carlos Belmonte e Fernando Bracalle e o auxiliar Estéphano Neto foram denunciados pelo Tribunal de Justiça Desportiva de São Paulo (TJD-SP) e podem pegar um longo gancho, variando de um a seis jogos para atletas e 15 a 180 dias para dirigentes.

Rafinha, um dos que ficaram mais exaltados após o duelo com o Palmeiras, também deve estar de volta diante do Ituano. Ele participou das últimas atividades, mas não há certeza se ele retomará a vaga de titular ou ficará à disposição no banco de reservas.

Outra dúvida diz respeito ao esquema tático tricolor. Na última partida, Carpini optou por um sistema com três zagueiros, mas houve muitas dificuldades de coordenação. Com a volta de Calleri, o técnico pode priorizar a formação com três atacantes e apenas dois defensores.

"Eu penso em usar o sistema de três zagueiros com o Calleri em campo também. A gente consegue ter uma sustentação, preenche o setor de meio-campo e é uma alternativa. Nós podemos, com certeza, usar com ele também. Tem os prós e contras quando se prioriza um time de mais mobilidade no ataque ou um jogador mais fixo. Mas entendo que com o Calleri também funcionaria", afirmou Carpini.

Já o Ituano vive situação muito delicada e soma apenas uma vitória (contra o Corinthians) em 11 partidas. O time está na terceira colocação do Grupo A, com seis pontos, e à beira do rebaixamento. Penúltimo colocado do Paulistão, o time de Itu, bicampeão paulista, precisa vencer e torcer por um tropeço do Guarani contra o Red Bull Bragantino para não cair. A última vez que o Ituano disputou a divisão de acesso foi em 2001.

"Foi um campeonato atípico. Aconteceram coisas que não estavam dentro do nosso planejamento. Afirmo que vamos terminar jogando com dignidade e entregar para o clube tudo aquilo que deu para nós", afirmou Jefferson Paulino.

ITUANO x SÃO PAULO

ITUANO - Jefferson Paulino; Léo Duarte, Claudinho, Marcel e Jonathan Silva; Miqueias, Eduardo Persson e Thonny Anderson; Vinícius Paiva, Salatiel e Pablo Diogo. Técnico: Alberto Valentim.

SÃO PAULO - Rafael; Igor Vinícius (Rafinha), Arboleda, Diego Costa e Welington; Alisson, Bobadilla e Lucas; Luciano (Ferraresi), Calleri e Ferreira. Técnico: Thiago Carpini.

ÁRBITRO - Raphael Claus.

HORÁRIO - 16 horas.

LOCAL - Estádio Novelli Júnior, em Itu.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: