X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

São Paulo supera Red Bull Bragantino e se aproxima dos líderes do Brasileirão


O São Paulo venceu o Red Bull Bragantino por 2 a 0, neste sábado, numa noite gelada no MorumBIS, em duelo válido pela 15ª rodada do Campeonato Brasileiro. O primeiro gol da vitória tricolor foi marcado por André Silva, aos 19 minutos do segundo tempo. O atacante foi titular, substituindo o suspenso Jonathan Calleri.

No fim do confronto, Luciano ampliou com um rebote de um pênalti desperdiçado por ele mesmo. Esse foi o sexto gol do camisa 10 do São Paulo no Brasileirão, vice-artilheiro da competição atrás apenas de Pedro, do Flamengo.

Mesmo sem Luis Zubeldía - também suspenso - fora da beira do campo (o auxiliar Carlos Gruezo comandou o time), o São Paulo manteve a boa fase, que havia sido colocada em dúvida após a sequência de três jogos sem vencer, incluindo a goleada sofrida diante do Vasco por 4 a 1.

Mas, de lá para cá, o São Paulo venceu os quatro jogos seguintes. E, por isso, dorme com 27 pontos, mesmo número de Botafogo (vice-líder do Brasileirão) e Palmeiras (3º colocado), que ainda jogam nesta rodada. O Flamengo ainda segue na primeira posição, com 31 pontos.

O primeiro tempo entre os dois times foi com bons lances para os dois lados. Pelo Red Bull Bragantino, o gol só não saiu em uma ocasião porque o goleiro Jandrei salvou. Já pelo lado tricolor, a equipe sentiu falta de seus homens de frente que vinham fazendo a diferença em jogos recentes: Calleri e Ferreirinha. Ambos estavam fora por estarem suspensos devido ao número de cartões amarelos, assim como o técnico Luis Zubeldía.

Sem a dupla, o São Paulo sofreu para criar, já que não contava com a velocidade e dribles de Ferreirinha, e não tinha uma referência na frente para brigar com os zagueiros e abrir espaços segurando a bola. As melhores chances vieram dos pés de Wellington Rato, mas faltou capricho ao atacante, que errou a pontaria.

No segundo tempo, o jogo seguiu na mesma toada. O São Paulo novamente teve boas chances com Wellington Rato, até que ele acertou um cruzamento para Luciano, defendido por Cleiton, com André Silva aproveitando no rebote para abrir o placar. Foi o quarto gol do atacante neste ano vestindo a camisa do São Paulo. E foi crucial para conquistar os três pontos no MorumBIS.

No final do segundo tempo, Pedro Henrique empurrou Nestor dentro da área, e o árbitro marcou o pênalti. Na cobrança, Luciano bateu no meio do gol, Cleiton defendeu, mas o camisa 10 não desperdiçou o rebote.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 2 X 0 RED BULL BRAGANTINO

SÃO PAULO - Jandrei, Igor Vinicius (Diego Costa), Arboleda, Alan Franco e Welington; Luiz Gustavo, Alisson, Lucas Moura (Erick) e Wellington Rato (Nestor); Luciano e André Silva (Bobadilla). Técnico: Carlos Gruezo (interino).

RED BULL BRAGANTINO -: Cleiton; Nathan Mendes; Pedro Henrique, Luan Cândido e Juninho Capixaba; Raul (Vitinho), Lucas Evangelista (Eduardo), Ramires (Borba) e Lincoln; Mosquera (Vinicinho) e Eduardo Sasha (Gustavo Neves). Técnico: Pedro Caixinha.

GOLS - André Silva e Luciano, aos 19 e aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Sasha, Arboleda, Lincoln, Welington.

ÁRBITRO - Bruno Vasconcelos (BA).

RENDA - R$ 2.723.970,00.

PÚBLICO - 46.321 torcedores.

LOCAL - Estádio MorumBis, em São Paulo (SP).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: