X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

São Bernardo fura a retranca do Santo André, marca no fim e joga São Paulo para 3º no Grupo D


Custou, mas o São Bernardo conquistou os três pontos, ao vencer o rival Santo André, por 1 a 0, na noite desta segunda-feira, no estádio 1º de Maio, no encerramento da nona rodada do Campeonato Paulista. No clássico do ABC, os donos da casa marcaram o gol da vitória aos 45 minutos do segundo tempo, furando a retranca do rival, que atuou boa parte do jogo com um jogador a menos.

Com o resultado, o São Bernardo chegou a 15 pontos e só não assumiu a liderança porque tem saldo de gols inferior ao líder Novorizontino - 3 a 2. O terceiro colocado é o São Paulo, que tem 14, porém com um jogo a menos a ser disputado. O lanterna é o Botafogo, com oito.

O Santo André segue como único time do campeonato que ainda não venceu. Em nove jogos, foram quatro empates e cinco derrotas. É lanterna geral, com quatro pontos, um a menos que o Guarani, com cinco, e dois que o Ituano, 14º colocado, com seis. Estes clubes lutam contra o rebaixamento à Série A2.

O clássico começou aberto. Os dois times souberam explorar os espaços e finalizaram a gol, porém nenhuma que pudesse gerar dificuldade aos goleiros. Aos 23, o panorama da partida mudou. Júnior Caiçara - que voltou de expulsão - levou outro cartão vermelho direto, ao dar uma forte solada em Davi Gabriel.

Com um a mais, os donos da casa tomaram conta da partida. Mesmo com espaço para criar, esbarrou na defesa visitante, que se fechou totalmente na linha defensiva e pouco se expôs para o contra-ataque. Apesar da blitz, o placar permaneceu zerado no ABC.

A pausa no vestiário deu tempo para o Santo André se organizar. Se aproveitando dos contra-ataques, Dudu Vieira perdeu uma grande chance, na marca do pênalti. A resposta do São Bernardo foi imediata. Vitor Ricardo recebeu na área e Luiz Daniel espalmou. Na sequência, João Carlos cabeceou e o goleiro fez outra grande defesa.

O que se esperava de um segundo tempo animado, foi perdendo a intensidade aos poucos. O Santo André voltou a se preocupar e se abdicou de jogar. De tanto pressionar, já aos 45 minutos, o zagueiro Hélder permaneceu na área e cabeceou para marcar. Ainda deu tempo de Alex Alves salvar os donos da casa, ao defender o cabeceio de Enzo, aos 48.

Na próxima rodada, o São Bernardo visita o Santos, às 11 horas, no domingo, no Morumbis. No sábado, o Santo André recebe a Inter de Limeira, às 18 horas, no Bruno José Daniel.

FICHA TÉCNICA

SÃO BERNARDO 1 X 0 SANTO ANDRÉ

SÃO BERNARDO - Alex Alves; Vitor Ricardo (Hugo Sanches), Hélder, Alan Santos (Vitinho Mesquita), Rafael Forster e Davi Gabriel; Lucas Lima e Romisson; Lucas Tocantins, Kayke (Matheus Régis) e Luiz Felipe (João Carlos) (Matheus Martins). Técnico: Márcio Zanardi.

SANTO ANDRÉ - Luiz Daniel; Júnior Caiçara, João Victor, Afonso e Igor Fernandes; Wellington Reis (Sousa), Geovane e Dudu Vieira (Zé Mateus); Bruno Michel (Léo Passos), Lohan (David) e Richard (Enzo). Técnico: Márcio Fernandes.

GOL - Hélder, aos 45 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Alan Santos e Kayke (São Bernardo); Dudu Vieira e David (Santo André).

CARTÃO VERMELHO - Júnior Caiçara (Santo André).

ÁRBITRO - Fabriano Monteiro dos Santos (SP).

RENDA - 32.250,00

PÚBLICO - 1.057 torcedores

LOCAL - Estádio 1º de Maio, em São Bernardo do Campo (SP).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: