X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Santos perde para o Botafogo-SP e desperdiça chance de voltar à liderança da Série B


Com uma atuação bem abaixo da expectativa, o Santos decepcionou a sua torcida ao ser derrotado pelo Botafogo-SP por 2 a 1 em Londrina, nesta segunda-feira, em jogo que complementou a oitava rodada da competição. Esta foi a segunda derrota seguida do time do técnico Fábio Carille, que desperdiçou a oportunidade de voltar a liderar a Série B do Campeonato Brasileiro.

O revés mantém os santistas com 15 pontos e na terceira colocação na classificação. O Goiás ocupa o primeiro posto (17) seguido de perto pelo vice-líder Avaí (16). Já o Botafogo, que começou a partida na lanterna, chegou aos sete pontos e aparece em 16º lugar.

A iniciativa de levar o mando da partida para a cidade de Londrina, sob o argumento de de explorar a marca do clube na região (além de receber uma compensação financeira de em torno de R$ 600 mil), não teve o resultado esportivo esperado.

O Santos tentou fazer do estádio do Café a sua casa diante do Botafogo-SP, mas encontrou dificuldades para sufocar o rival, que adotou uma postura defensiva e apostou nos contra-ataques para surpreender a equipe de Fábio Carille na etapa inicial.

A primeira boa chance da partida surgiu de um tiro de meia distância de Diego Pituca. João Carlos fez a defesa parcial e, no rebote, Willian Bigode perdeu a chance de movimentar o placar em oportunidade muito clara.

Com o passar do tempo, o Santos foi demonstrando intranquilidade com o 0 a 0 e, no ímpeto de pressionar o rival, acabou dando espaços em sua retaguarda. E foi num lance pela direita que o Botafogo abriu o placar.

Douglas Baggio achou espaço para o chute e, de perna esquerda, acertou o ângulo do goleiro santista, que não conseguiu chegar na bola: 1 a 0 aos 43 minutos. Em resposta imediata, o Santos acertou a trave do Botafogo, mas teve que amargar a desvantagem no marcador ao final do primeiro tempo.

Na volta para o segundo tempo, O Botafogo tratou de complicar ainda mais a situação. Aos cinco minutos, em uma bela arrancada, o volante João Costa arriscou um chute de meia distância e ampliou para 2 a 0 aos cinco minutos.

A maior vantagem no marcador fez o time de Ribeirão Preto abdicar da partida e o Santos cresceu. Na base da pressão e da imposição física, a equipe de Fábio Carille foi para cima e começou a empilhar chances de gol.

Joaquim passou a ser mais um atacante e, de cabeça, acertou o travessão. O Santos seguiu insistindo e, novamente com seu defensor, diminuiu a contagem. Em mais uma bola aérea, o zagueiro santista, na pequena área, empurrou a bola para o gol e fez 2 a 1 aos 28 minutos.

A pressão se manteve e o Botafogo seguiu se defendendo com todos os jogadores na defesa. Hayner perdeu outra chance clara, mas a falta de pontaria complicou a busca pelo empate em Londrina. No final, Toró quase marcou o terceiro em contra-ataque e o time de Ribeirão conseguiu assegurar vitória na base do sufoco.

FICHA TÉCNICA:

SANTOS 1 X 2 BOTAFOGO

SANTOS - Gabriel Brazão; JP Chermont (Rodrigo Ferreira), Gil, Joaquim e Escobar; Rincón (Cazares), Diego Pituca e Giuliano; Otero, Willian Bigode e Weslley Patati (Rayner). Técnico: Fábio Carille.

BOTAFOGO - João Carlos; Wallison, Lucas Dias e Fábio Sanches; Emerson Ramon, João Costa, Matheus Barbosa (João Maranini), Gustavo Bochecha (Filipe Souto) e Patrick Brey; Douglas Baggio (Carlos Manuel) e Alex Sandro (Toró). Técnico: Paulo Gomes.

GOLS - Douglas Baggio, aos 43 minutos do primeiro tempo. João Costa, aos 10 minutos e Joaquim, aos 28 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - JP Chermont e Rincón (Santos); Patrick Brey (Botafogo).

ÁRBITRO - Gustavo Ervino Bauermann (SC).

RENDA - R$ 1.310.43,00.

PÚBLICO - 11.916 presentes.

LOCAL - Estádio do Café, em Londrina (PR).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: