X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Santos é derrotado pelo América-MG e pode perder a liderança da Série B ao fim da rodada


O Santos perdeu para o América-MG, por 2 a 1, nesta sexta-feira, no estádio Independência, em Belo Horizonte, em duelo válido pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro. Com o resultado o time santista permanece com 15 pontos e poderá perder a liderança da competição para o Goiás, que tem 14 e ainda joga na rodada. A equipe mineira alcançou os mesmos 15 pontos.

O jogo começou equilibrado, com as duas equipes procurando insistentemente o ataque. Aos cinco minutos, Gil por pouco não abriu o placar para o Santos, ao finalizar de dentro da área por cima do travessão.

Aos 14 minutos, o América-MG não perdeu a oportunidade para abrir o placar, mas o lance foi bastante contestado pelo Santos. O goleiro João Paulo foi sair jogando, mas se machucou durante o lance. Fabinho pegou a bola e tocou para a meta aberta: 1 a 0. Os santistas reclamaram bastante da atitude do jogador americano, exigindo 'fair play'.

A desvantagem no placar desestabilizou momentaneamente o time do Santos. O América percebeu e continuou com a mesma postura do início da partida, deixando a disputa aberta. E o empate santista veio aos 29 minutos, com Willian Bigode, após início de jogada de Otero e participação de Escobar.

Com a nova igualdade no placar, o Santos ficou mais em seu campo e concentrou suas jogadas pela esquerda com Otero. O América tomou a iniciativa, mas só ameaçava nas bolas paradas.

O segundo tempo também foi intenso. Aos sete minutos, o América teve duas chances para fazer o segundo gol, mas parou na trave direita, após chute de Mateus Henrique, e em defesa de Gabriel Brazão, depois de finalização de Alê.

O Santos só foi responder aos 16 minutos, quando Joaquim acertou bela cabeçada para boa defesa do goleiro Dalberson. O lance não intimidou o América, que obteve nova vantagem, aos 21 minutos, com Juninho, ao receber bela assistência de Benítez: 2 a 1.

O Santos mostrou nervosismo com a desvantagem. O técnico Fábio Carille recebeu cartão amarelo por reclamação, enquanto o time em campo pareceu sem concentração para realizar as jogadas, apesar das cinco alterações.

Mesmo desorientado, o Santos tentou o empate nos momentos finais da partida, mas, apesar dos sete minutos de acréscimos, o time não teve sucesso.

FICHA TÉCNICA

AMÉRICA-MG 2 X 1 SANTOS

AMÉRICA-MG - Dalberson; Mateus Henrique (Daniel Borges), Éder, Ricardo Silva e Marlon; Alê, Juninho e Moisés (Benítez); Adyson (Felipe Azevedo), Renato Marques (Brenner) e Fabinho (Vitor Jacaré). Técnico: Cauã de Almeida.

SANTOS - João Paulo (Gabriel Brazão); JP Chermont (Hayner), Gil, Joaquim e Escobar; Tomás Rincón (Nonato), Diego Pituca e Giuliano; Wesley Patati (Patrick), Willian Bigode e Otero (Serginho). Técnico: Fábio Carille.

GOLS - Fabinho aos 14 e Wllian Bigode aos 29 minutos do primeiro tempo. Juninho aos 21 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Adyson, Marlon, Willian Bigode, Fábio Carille, Benítez e Éder.

ÁRBITRO - Wilton Pereira Sampaio (GO).

RENDA E PÚBLICO - não disponíveis.

LOCAL - Estádio Independência, em Belo Horizonte (MG).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: