X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Rio Branco de Venda Nova vence o Estrela no Sumaré

| 03/02/2020 21:26 h | Atualizado em 03/02/2020, 23:01

Estrela e Rio Branco de Venda Nova se enfrentaram no Sumaré
Estrela e Rio Branco de Venda Nova se enfrentaram no Sumaré |  Foto: Fabiano Oliveira/MKT Estrela

O Rio Branco de Venda Nova mostrou novamente que veio forte na luta pelo título inédito do Capixabão 2020. Jogando fora de casa contra o Estrela, no Sumaré, o Brancão Polenteiro venceu o rival por 2 a 1, o segundo triunfo em dois jogos.

Com o resultado, o time de Venda Nova se igual ao Vitória como únicos times com 100% de aproveitamento após duas rodadas. O time da Capital leva vantagem nos critérios de desempate, deixando o Rio Branco VN na segunda colocação.

O Estrela fez sua primeira partida na competição, já que o jogo contra a Desportiva, que seria disputado no Sumaré, válido pela primeira rodada, foi adiado devido as chuvas na semana passada. A partida foi remarcada para o dia 26 de fevereiro, às 19 horas.

Na próxima rodada, o Rio Branco de Venda Nova recebe o Atlético/ES no estádio Olímpio Perim, domingo, às 15 horas. No mesmo dia e horário o Estrela vai até Aguia Branca encarar o Real Noroeste.

O Jogo

Mesmo jogando fora de casa, o Brancão Polenteiro não ficou acoado e criou as primeiras chances de gol. Aos 12 minutos, Rafael chegou na lateral da área e, enquanto todos esperavam um cruzamento, ele bateu forte para o gol, exigindo defesa difícil de Artur no canto direito baixo.

Aos 19, outra chance dos visitantes. Wendson chegou cara a cara com o goleiro Arthur e soltou a bomba. O camisa 1 do Estrela fez outra grande defesa, e a bola ainda foi no travessão.

Após os 25 minutos, o Estrela passou a pressionar com jogadas armadas pelo lado direito do ataque, principalmente com cruzamentos perigosos do lateral Gilmar.

E se no primeiro tempo a pontaria estava descalibrada, na segunda etapa os times voltaram mais afiados na finalização, e os gols finalmente saíram.

Aos 17 minutos, em ataca rápido do Brancão Polenteiro, Wendson recebeu a bola na área e foi atingido por Ayrton: pênalti marcado pelo árbitro Dyorgines Padovani. Rafael Castro bateu no canto esquerdo alto do goleiro Artur, que caiu para o outro lado: 1 a 0 para o time visitante.

O empate do time de Cachoeiro de Itapemirim sairia dois minutos depois. Lucas Felix cobrou escanteio pelo lado direito do ataque do Estrela e Antônio subiu mais do que a zaga e testou firme para empatar: 1 a 1.

Aos 24 minutos, após a marcação de uma falta a favor do Estrela, o volante Marcus Vinicius se envolveu em uma confusão ao tentar tomar a bola das mãos de um jogador do Brancão e acabou sendo expulso, deixando o time da casa com um jogador a menos em campo.

Com vantagem numérica, os visitantes partiram para cima e foram premiados com um gol no fim da partida. Aos 43 minutos, Henrique arriscou chute despretensioso de muito longe, e contou com um desvio na zaga para vencer o goleiro Artur: 2 a 1.


FICHA TÉCNICA

Estrela: Artur; Gilmar, Antônio, Kleber Viana e Ayrton; Clebson, Marcos Vinicius, Lucas Felix e Weliton (Rian), Henrique e Gazito (Robert). Técnico: Zé Humberto

Rio Branco VN: Giovani Perim; Magno, Diego Monar, Rafael Olioza e Caio (Ivan); Gabriel, Henrique, Canário (Gian Carlos) e Walber; Rafael e Wendson (Marcudinho). Técnico: Antonio Carlos Roy

Gols: Segundo tempo – Rafael Castro, aos 18 minutos; Antônio, aos 20; e Henrique, aos 43 minutos.
Árbitro: Dyorgines Padovani
Cartão Vermelho: Marcos Vinicius (Estrela)
Estádio: Sumaré
Público: 1298 pagantes / 1334 presentes
Renda: R$ 25.960,00

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS