X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Red Bull Bragantino é eficiente, supera o Atlético-GO e encosta no G-6 do Brasileiro


O Red Bull Bragantino mostrou pontaria e precisão para aproveitar as chances e construir a vitória por 3 a 1 sobre o Atlético-GO, no Estádio Nabi Abi Chedid, no interior paulista, nesta quarta-feira, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro. Resultado que mantém o time de Bragança Paulista na briga pelo G6 na tabela.

Com dois gols de Lincoln e um de Helinho, o Red Bull Bragantino se reabilitou após dois jogos sem vencer e aparece em sétimo lugar, com 22 pontos, empatado com o Athletico-PR, que fecha o G-6 devido ao saldo de gols (5 a 4). Luiz Fernando descontou para o Atlético-GO, que abre a zona de rebaixamento, em 17º, com 11 pontos.

A primeira etapa foi movimentada. Com cinco minutos de bola rolando, Lincoln completou o cruzamento de Eduardo Sasha para abrir o placar. Sasha que gostou de ser garçom. Aos 19, o atacante ajeitou de cabeça para Helinho ampliar o marcador. Antes, o Atlético-GO teve um gol anulado de Alix Vinícius, pelo VAR, por impedimento.

O duelo era bom, com as duas equipes saindo para o jogo e buscando o gol. Após cruzamento, Cleiton saiu mal e Luiz Fernando descontou para os goianos, aos 28. O Red Bull Bragantino não se abalou e, no contra-ataque, fez o terceiro. Henry Mosquera fez bela jogada individual e cruzou para Lincoln marcar seu segundo gol, aos 44.

A segunda etapa começou em ritmo mais lento. O Red Bull Bragantino seguia ofensivo, mas não tinha a mesma pontaria e eficiência. Sasha tentou por duas vezes e parou no goleiro Ronaldo. O Atlético-GO também não obtinha êxito nas suas finalizações, não levando perigo ao gol de Cleiton.

Com o passar do tempo, o time paulista foi ditando ainda mais o ritmo, deixando o duelo sob controle. Quando teve uma leve desatenção, Cleiton salvou em chute à queima roupa de Emiliano Rodríguez. Após o susto, os donos da casa voltaram a ter a posse de bola, chegaram perto de ampliar com Borbas, porém logo depois preferiram reduzir ainda mais o ritmo e administrou a vitória até o apito final.

O Red Bull Bragantino volta a campo no sábado, no duelo paulista contra o São Paulo, no Morumbis, às 20 horas. Já o Atlético-GO atua no domingo, contra o xará Athletico-PR, às 18h30, no Antônio Accioly.

FICHA TÉCNICA

RED BULL BRAGANTINO 3 X 1 ATLÉTICO-GO

RED BULL BRAGANTINO - Cleiton; Nathan Mendes, Pedro Henrique, Luan Cândido e Juninho Capixaba; Jadsom Silva, Lucas Evangelista (Raul) e Lincoln (Gustavinho); Helinho (Vitinho), Eduardo Sasha (Thiago Borbas) e Henry Mosquera (Douglas Mendes). Técnico: Pedro Caixinha.

ATLÉTICO-GO - Ronaldo; Maguinho (Bruno Tubarão), Adriano Martins, Alix Vinicius e Guilherme Romão; Lucas Kal, Baralhas (Alejo Cruz), Roni (Zuleta), Shaylon (Randerson) e Luiz Fernando (Max); Emiliano Rodríguez. Técnico: Anderson Gomes.

GOLS - Lincoln, aos cinco e aos 44, Helinho, aos 19, Luiz Fernando, aos 28 minutos do primeiro tempo.

CARTÕES AMARELOS - Pedro Henrique e Helinho (Red Bull Bragantino); Maguinho, Bruno Tubarão e Guilherme Romão (Atlético-GO).

ÁRBITRO - Davi de Oliveira Lacerda (ES).

RENDA - R$ 85.730,00.

PÚBLICO - 3.102 torcedores.

LOCAL - Estádio Nabi Abi Chedid, em Bragança Paulista (SP).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: