X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Real Madrid presta queixas após novos insultos racistas contra Vini Jr no Espanhol

Real Madrid também solicitou que a Comissão identifique e puna os envolvidos


O Real Madrid informou em nota oficial nesta segunda-feira que prestou queixa no Comitê de Disciplina da Federação Espahola de Futebol contra a negligência do árbitro do jogo contra o Osasuna após novo episódio de insultos racistas direcionado ao atacante Vinicius Jr pela 29ª rodada do Campeonato Espanhol.

O jogo aconteceu sabado no estádio El Sadar, na cidade de Pamplona, e a torcida do Osasuna xingou o atacante brasileiro. Líder do Campeonato Espanhol, o Real Madrid venceu por 4 a 2, e Vinicius Jr. colaborou com dois gols. O clube afirma que o árbitro Juan Martínez Munuera foi negligente no relatório da partida.

"O árbitro omitiu voluntária e deliberadamente os insultos e gritos humilhantes repetidamente dirigidos ao nosso jogador Vinicius Junior, apesar de ter sido avisado insistentemente pelos nossos jogadores no mesmo momento em que ocorriam", afirma a nota do clube.

O Real Madrid também solicitou que a Comissão Estadual contra a Violência, o Racismo, a Xenofobia e a Intolerância no Esporte identifique e puna os envolvidos. O clube informa ainda que ampliou a denúncia que apresentada na sexta-feira à Procuradoria-Geral do Estado contra crimes de ódio e discriminação, na qual relata insultos racistas e de ódio nas imediações do estádio Olímpico de Montjuic no ano passado e do estádio Metropolitano, em um jogo que o Real nem estava envolvido, solicitando que se identifique os autores.

"O Real Madrid condena mais uma vez estes violentos ataques de racismo, discriminação e ódio e exige que sejam tomadas as medidas necessárias, de uma vez por todas, para erradicar a violência que o nosso jogador Vinicius Junior tem sofrido", finaliza o clube em seu comunicado.

MATÉRIAS RELACIONADAS:

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: