Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Promotoria pede arquivamento do caso do goleiro Jean

| 29/01/2020 18:06 h

Imagem ilustrativa da imagem Promotoria pede arquivamento do caso do goleiro Jean

A Promotoria do Estado da Flórida, nos Estados Unidos, solicitou à Justiça, no último dia 21 de janeiro, que o caso envolvendo o goleiro Jean, ex-São Paulo, seja arquivado. Atualmente no Atlético-GO, ele foi acusado de agredir a mulher Milena Bemfica durante as férias do casal na cidade norte-americana.

"Pela investigação que foi feita, é da opinião de quem subscreve que o caso não é passível de processo”, registrou a assistente da Promotoria Sarah Marie Castro no documento entregue à Justiça, ao qual a reportagem teve acesso.

A Promotoria ainda pede que valores referentes à fiança sejam devolvidos caso tenham sido pagos -e acrescenta que o acusado seja ser solto se estiver sob custódia, o que não é o caso, uma vez que Jean já se encontra no Brasil. Jean foi preso na Flórida no dia 18 de dezembro do ano passado sob acusação de praticar violência doméstica.

No boletim de ocorrência registrado pela polícia local, as autoridades afirmam ter encontrado Milena com o rosto “inchado e com marcas roxas sob os dois olhos”.

Além disso, Jean estava com um hematoma na cabeça. O relatório aponta que Jean agrediu Milena com oito socos. Em um dos momentos da briga, ela pegou uma chapinha e a quebrou na cabeça do goleiro, em um ato considerado de autodefesa pelas autoridades.

No último dia 9, o São Paulo anunciou a suspensão do contrato de Jean. Quatro dias depois, ele foi emprestado ao Atlético-GO até o final da temporada.

Ficamos felizes em tê-lo como nosso leitor! Assine para continuar aproveitando nossos conteúdos exclusivos: Assinar Já é assinante? Acesse para fazer login

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

MATÉRIAS RELACIONADAS