X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Nascido na Bélgica, Andreas Pereira diz realizar sonho de defender Brasil na Copa América


Andreas Pereira entrou para a história da seleção brasileira no dia 12 deste mês ao se tornar o primeiro jogador nascido fora do País a balançar as redes pela equipe nacional. O meio-campista, nascido na Bélgica, agora realiza o sonho de defender o Brasil numa competição oficial. E, na véspera da segunda partida da equipe na Copa América, ele projeta uma possível estreia no torneio.

"Sempre ficamos imaginando (como será a estreia). Estou muito ansioso, quero que comece logo o jogo. Quero treinar, mas sempre queremos que o jogo venha logo para jogar bem e demonstrar tudo o que você pode fazer pelo Brasil. Com certeza, quero marcar história aqui", declarou o jogador de 28 anos.

Andreas projeta sua estreia na Copa América porque não saiu do banco de reservas no primeiro jogo da seleção na competição, o empate sem gols com a Costa Rica, na segunda-feira. O meia poderia ser uma possível novidade do técnico Dorival Júnior para o setor, que enfrentou muitas dificuldades na armação no começo da semana.

Dorival já indicou que poderá fazer mudanças na equipe titular para o segundo jogo da seleção na Copa América, contra o Paraguai, nesta sexta-feira, às 22 horas (de Brasília). O jogador, que defendeu o Flamengo entre 2021 e 2022, poderia também aparecer no time no decorrer da partida.

Filho de pais brasileiros, Andreas Pereira nasceu na Bélgica e chegou a ser cotado para a seleção principal do país europeu, após passar pelas categorias de base da equipe. Em 27 jogos pelos times sub-15 e sub-17, ele anotou 13 gols.

No entanto, o meia garante que sempre sonhou em defender a seleção brasileira. "Sempre fui brasileiro, meu coração é brasileiro, meu maior sonho era jogar na seleção brasileira. Estou vivendo esse sonho hoje, estou muito feliz de estar aqui e representar não só minha família, mas o Brasil inteiro", comentou.

Andreas nasceu na Bélgica porque seu pai, Marcos Antônio Pereira, também jogador profissional. E, na época, vestia a camisa do KV Mechelen, da primeira divisão do futebol belga.

"Nasci na Bélgica de pais brasileiros, tem muita gente que acha que minha mãe é belga, mas meus pais são brasileiros, a família inteira é brasileira. Eu nasci lá porque meu pai jogava bola na Bélgica. Então, eu cresci lá, mas sempre com uma conexão muito forte com o Brasil, com minha família. Todo ano viajava com a minha mãe nas férias para o Brasil, visitar a família", disse o jogador, cuja família é de Londrina, no Paraná.

"Sempre tive essa conexão muito forte com o Brasil e me senti sempre um estrangeiro fora do Brasil. Sempre na Bélgica fui tratado como estrangeiro também. Então, com certeza, quando apareceu essa oportunidade de defender o Brasil, era meu maior sonho estar aqui, estou vivendo o sonho", reforçou.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: