X

Olá, faça o seu cadastro para ter acesso a este conteúdo

*Você não será cobrado

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Messi vence bola de ouro e Alisson, prêmio de melhor goleiro do mundo

| 02/12/2019 18:19 h | Atualizado em 02/12/2019, 22:24

A dupla Cristiano Ronaldo e Lionel Messi voltou a deter a Bola de Ouro, organizado pela revista francesa L'Equipe, de melhor jogador da temporada após o argentino vencer a edição de 2019 do prêmio. O brasileiro Alisson ficou com Troféu Yashin, o de melhor goleiro.

Em 2018, Luka Modric quebrou o domínio de uma década de prêmios alternados entre Messi e Cristiano.

O camisa 10 do Barcelona venceu seu sexto prêmio da revista francesa. Ele também ganhou, nesta temporada, o prêmio de melhor do mundo da Fifa.

O camisa 10 do Barcelona venceu seu sexto prêmio da revista francesa. Ele também ganhou, nesta temporada, o prêmio de melhor do mundo da Fifa.
O camisa 10 do Barcelona venceu seu sexto prêmio da revista francesa. Ele também ganhou, nesta temporada, o prêmio de melhor do mundo da Fifa. |  Foto: Reprodução/Twitter/@lequipe

Já Alisson recebeu seu terceiro prêmio individual após a conquista da Champions League com o Liverpool. Ele também ficou com o posto de melhor da posição pela Fifa e também pela Uefa, que premia apenas jogadores que atuam na Europa.


O goleiro brasileiro foi sétimo colocado do ranking geral de jogadores e, entre os arqueiros, superou o alemão Ter Stegen (do Barcelona, em segundo lugar) e o compatriota Ederson (do Manchester City, em terceiro).

Assim que pisou gramado do Beira Rio, Alisson, que jogou no Internacional,foi aplaudido pela torcida
Assim que pisou gramado do Beira Rio, Alisson, que jogou no Internacional,foi aplaudido pela torcida |  Foto: Lucas Figueiredo/ CBF

Entre as mulheres, Marta concorreu à Bola de Ouro, que acabou nas mãos de Megan Rapinoe, dos Estados Unidos. Rapinoe é uma das estrelas da seleção que venceu a Copa do Mundo de 2019, na França. Militante ativa, a atacante também é conhecida por sua luta pela igualdade de gênero no esporte.

O Trofeu Kopa, dado à revelação da temporada, ficou com Matthijs de Ligt, defensor que, com 19 anos, foi capitão da jovem equipe do Ajax que chegou às semifinais da Champions League e por pouco não se classificou para a final.

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em um de nossos grupos de Whatsapp

Quer receber as últimas notícias do Tribuna online? Entre agora em nosso grupo do Telegram

MATÉRIAS RELACIONADAS