X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Luciano e Ferreira decidem e São Paulo bate o Bahia em jogo movimentado pelo Brasileirão


Em jogaço no MorumBIS, o São Paulo derrotou o Bahia por 3 a 1, neste domingo, em duelo pela 13ª rodada do Campeonato Brasileiro. Luciano e Ferreira foram os nomes do jogo, participando diretamente dos gols da vitória tricolor. Calleri também balançou as redes, enquanto Gilberto fez o gol de honra dos visitantes.

O resultado fez o São Paulo chegar aos 21 pontos e entrar no G-6 do Brasileirão. O Bahia, por sua vez, estaciona nos 24 e perde a chance de alcançar o topo da tabela. Na quarta-feira, os paulistas enfrentam o Athletico-PR, na Ligga Arena, em Curitiba. Um dia depois, a equipe baiana recebe o Juventude, na Arena Fonte Nova, em Salvador.

Com Luis Zubeldía suspenso, o auxiliar Maximiliano Cuberas foi o responsável por comandar o São Paulo à beira do gramado. O time tricolor novamente foi escalado com Ferreira aberto na ponta esquerda. A possibilidade de ter um jogador de velocidade no ataque deu mais opções de jogadas na frente e ajudou a equipe a pressionar o adversário no campo de defesa.

Como o meio-campo do Bahia conta com uma série de jogadores criativos, como Caio Alexandre, Everton Ribeiro e Cauly, era importante fazer os comandados de Rogério Ceni não terem a posse de bola.

Apesar do cenário apresentado acima, o São Paulo encontrou certa dificuldade para minar a competência técnica adversária. Durante boa parte da etapa inicial, o Bahia teve qualidade para trocar e demonstrou inteligência nas movimentações. Quando a equipe baiana diminuiu o ritmo, Luciano surgiu como um maestro para reger o time são-paulino. Primeiro, ele enfiou na direita para Igor Vinicius cruzar na medida para Calleri mandar de primeira para as redes, aos 29 minutos. Na sequência, o camisa 10 deu lindo toque para Ferreira chutar com força na saída do goleiro e fazer o segundo, aos 31.

O segundo tempo começou a todo vapor. Enquanto o São Paulo ainda buscava se conectar na partida, o Bahia adotou uma postura ofensiva e chegou ao ataque com a sua habitual rápida troca de passes. O goleiro Jandrei, que vem atuando enquanto o titular Rafael está com a seleção brasileira, rebateu de maneira esquisita o chute de Everaldo, e Gilberto completou para o fundo das redes, aos 3 minutos, colocando os visitantes na partida.

A equipe baiana cresceu na partida e pressionou bastante o São Paulo, com Everaldo finalizando duas vezes com perigo. O torcedores são-paulinos, que mais uma vez colocaram mais de 40 mil no MorumBIS, sentiram o momento ruim da equipe e começaram a apoiar da arquibancada. O empurrão deu certo e o time tricolor voltou a se impor na partida, quase ampliando em cabeçada de Calleri. Aos 19, Ferreira fez ótima jogada individual pela esquerda, deixando dois marcadores para trás, e Luciano apareceu para bater de primeira, fazendo 3 a 1.

O placar deu tranquilidade ao São Paulo para trocar passes, tirando a posse do Bahia e aproveitando os espaços adversários. Aos 33, Calleri bateu no ângulo, mas o VAR assinalou impedimento no momento do passe. Nos minutos finais, ainda deu tempo para Jandrei se redimir das más atuações recentes e da falha no gol adversário. O goleiro evitou o segundo dos baianos com grande defesa na cabeçada de Estupiñan, e deu lindo lançamento para Wellington Rato avançar na direita e tocar para Calleri, que quase ampliou de letra.

FICHA TÉCNICA:

SÃO PAULO 3 X 1 BAHIA

SÃO PAULO - Jandrei; Igor Vinícus (Diego Costa), Arboleda, Alan Franco e Welington (Patryck); Luiz Gustavo, Alisson, Lucas Moura (Juan), Luciano (Wellington Rato) e Ferreira (Michel Araújo); Calleri. Técnico: Maximiliano Cuberas (auxiliar).

BAHIA - Marcos Felipe; Gilberto, Gabriel Xavier, Kanu e Luciano Juba; Jean Lucas (Biel), Caio Alexandre (Rezende), Everton Ribeiro (Carlos De Pena) e Cauly (Ademir); Thaciano e Everaldo (Estupiñan). Técnico: Rogério Ceni.

GOLS - Calleri, aos 29, e Ferreira, aos 31 minutos do primeiro tempo. Gilberto, aos 3, e Luciano, aos 19 minutos do segundo tempo.

CARTÕES AMARELOS - Ferreira, Luciano, Alisson e Luiz Gustavo (São Paulo); Kanu (Bahia).

ÁRBITRO - Marcelo de Lima Henrique (CE).

RENDA - R$ 2.897.611,00.

PÚBLICO - 49.037 torcedores.

LOCAL - MorumBIS, em São Paulo (SP).

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: