X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Kroos faz carta de despedida após queda da Alemanha na Eurocopa e quer torcida junto à seleção


A eliminação da Alemanha para a Espanha nas quartas de final da Eurocopa decretou o fim de ciclo de Toni Kroos no futebol. Neste sábado, já na condição de ex-atleta, ele publicou uma carta de despedida nas redes sociais, onde comenta sobre o seu retorno à seleção e pede o apoio dos torcedores ao selecionado nacional.

"Meu telefone tocou no dia 29/09/2023. Julian Nagelsmann. Pedido: voltar para a seleção. O primeiro pensamento na minha cabeça: não sou burro! O primeiro pensamento do meu coração: 'Porra, sim'. Como todos sabemos, é o coração que decide", diz parte do trecho da carta escrita pelo ex-jogador.

Sobre o apoio da torcida aos atletas, Kroos pediu compreensão neste momento de reconstrução da seleção alemã. "Agora que a Alemanha reconquistou o seu filho preferido, não o deixem escapar. O percurso dessa equipe continua e é uma ajuda brutal se apoiarem mesmo nas fases ruins", escreveu.

Campeão mundial em 2014, na Copa do Mundo realizada no Brasil, Kroos encerra a sua história no futebol com um currículo invejável. Ele ostenta 33 títulos somando as suas passagens pelo Bayern de Munique e Real Madrid. Entre as conquistas, estão seis Ligas dos Campeões e seis Mundiais de clubes.

Kroos aproveitou a postagem ainda para fazer um pedido de desculpas a Pedri. No duelo diante da Espanha, ele atingiu o rival, que machucou o joelho e não deve mais disputar a Eurocopa.

"Perdão e melhoras em breve ao Pedri. Logicamente que não foi minha intenção machucá-lo. Uma rápida recuperação e o melhor para você. É um grande jogador", escreveu o meio-campista alemão.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: