X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Kalinskaya surpreende Swiatek e decisão de Dubai será de 'zebras' com algoz de Bia Haddad


As principais tenistas do circuito disputaram o WTA 1000 de Dubai esta semana, e a decisão será entre duas "zebras", que jamais foram a uma final neste nível. Em competição com Iga Swiatek, Aryna Sabalenka, Cori Gauff, Elena Rybakina, Maria Sakkari, Bia Haddad, entre outras Top 20 do mundo, a russa Anna Kalinskaya, algoz da líder do ranking na semifinal com duplo 6/4 e que veio do qualificatório, e a italiana Jasmine Paolini, decidirão quem ergue o troféu neste sábado.

Foi o primeiro jogo de Kalinskaya diante de Swiatek em simples, mas a russa já havia surpreendido a polonesa em um duelo de duplas no Torneio de Praga, em 2019. Na campanha até a decisão, já tinha eliminado outras cabeças de chave, casos ddas Top 10 Cori Gauff (terceira favorita), nas quartas, e Jelena Ostapenko (9ª), nas oitavas. Antes, tinha feito três jogos duros no qualificatório e passado pela espanhola Cristina Bucsa na estreia da chave principal. Foram sete jogos e apenas um set perdido.

No jogo desta sexta-feira, a russa começou ameaçando o serviço da líder do ranking logo na primeira parcial, com dois break points. Não obteve a quebra, mas mostrou arrojo e agressividade. E não se intimidou quando perdia por 4 a 2, engatando quatro pontos seguidos para virar e fechar em 6 a 4.

O início do segundo set foi dos sonhos, já marcando o ponto no serviço da polonesa e abrindo 2 a 0. Novo quebra e foi para o serviço com 5 a 2. Abriu 40 a 15 e viu Iga reagir, se salvar e voltar para o jogo com 5 a 4. Na décima parcial, em nova chance de fechar, Kalinskaya precisou salvar dois break points antes de celebrar a vitória com linda direita no primeiro match point.

"Ela é uma ótima jogadora. Eu sei que se não ficasse calma e agressiva ela ia me destruir. Esse era o plano. Para permanecer agressiva, me mexi bastante. Estou feliz por ter vencido, pois ela é inacreditável", comemorou Kalinskaya, sem poupar elogios a Swiatek, ainda na quadra. "Estou feliz por ter tido a chance de jogar contra ela e tenho certeza que jogaremos muito no futuro", previu.

A campanha de Paolini em Dubai também é brilhante. A italiana surpreendeu, logo na estreia, a brasileira Bia Haddad, cabeça 13 na competição. E embalou, deixando pelo caminho, Leylah Fernandez, Maria Sakkari (8ª cabeça), Elena Rybakina (4ª) por WO nas quartas, até chegar à semifinal contra a romena Sorana Cirstea e fazer 6/2 e 7/6 (8/6).

A decisão deste sábado será um tira-teima entre russa e italiana, que já se encararam duas vezes no circuito, com uma vitória para cada lado. No Aberto da Austrália deste ano, Kalinskaya fez 6/4 e 6/2 em embate da quarta rodada. A vitória da italiana ocorreu em 2021, nas oitavas do WTA de Portoroz, na Eslovênia, com 6/3 e 6/2.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: