X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Jornal espanhol se espanta com Dorival fora de roda da seleção antes de pênaltis: 'Surreal'


Uma cena em particular chamou a atenção da imprensa espanhola na eliminação da seleção brasileira para o Uruguai na Copa América. O diário esportivo Marca classificou como "surreal" o momento em que os jogadores formam um círculo antes das penalidades e conversam entre si, enquanto o técnico Dorival Júnior está de fora, levantando o dedo e coçando a cabeça, tentando participar.

"Uma das imagens mais surreais da Copa América. O Brasil forma um círculo antes da disputa de pênaltis contra o Uruguai, Dorival Júnior pede para falar enquanto está separado dos demais... e os jogadores o ignoram!", escreveu o jornal na publicação do vídeo.

A imagem também não passou despercebida pelos torcedores brasileiros. No X (antigo Twitter), alguns chamaram a cena de "vergonhosa", enquanto outros apontaram indisciplina por parte dos atletas da seleção com o treinador. O momento chegou a ser comparado com a roda uruguaia, cujo centro era ocupado pelo técnico Marcelo Bielsa dando orientações aos batedores.

O Brasil caiu precocemente na Copa América, nas quartas de final, depois um 0 a 0 pouco inspirado contra o Uruguai. Nas cobranças de pênalti, Éder Militão e Douglas Luiz erraram suas cobranças. Alisson ainda pegou uma batida, mas não foi suficiente, e a seleção perdeu a disputa por 4 a 2. Em entrevista coletiva após a partida, Dorival reconheceu o mau desempenho, mas ressaltou o fato de ainda ser um início de trabalho à frente do time brasileiro.

"Realmente um pouco distante do que gostaríamos, um chaveamento pesado do nosso lado, equipes num momento tecnicamente, com volume de trabalho maior, oscilações aconteceriam na competição. Você sai invicto de uma competição, mas não satisfeito, poderíamos ter coisas melhores, pelo o que treinamos, a expectativa era um pouco acima", disse o treinador.

Com o resultado, o Uruguai encara a Colômbia na quarta-feira, às 21h, por uma vaga na final. A atual campeã Argentina mede forças com o Canadá um dia antes, na terça, no mesmo horário.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: