X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Ituano e Mirassol fazem duelo entre pior e melhor ataque do Paulistão


Vivendo um momento delicado, com ameaça de rebaixamento e pressão em cima do técnico Marcinho Freitas, o Ituano tenta se livrar da crise diante do Mirassol, nesta quarta-feira, às 19 horas, no estádio Novelli Júnior, em Itu, pela oitava rodada do Campeonato Paulista. Este confronto coloca, frente a frente, o pior ataque (Ituano, com um gol) e o melhor (Mirassol, com 13).

Em sete jogos, o Ituano só tem uma vitória, além de um empate e cinco derrotas. Não vence desde a segunda rodada quando fez 1 a 0 no Corinthians e vem de duas derrotas seguidas: Palmeiras e Água Santa, ambas por 2 a 0. Tem o pior ataque, com um gol.

O lado paradoxal é que apesar de somar apenas quatro pontos, ocupa a vice-liderança do Grupo A, atrás do Santos, com 16, e à frente de Portuguesa e Santo André, com três cada, todos ameaçados pelo rebaixamento à Série A2. Na classificação geral, que define os dois clubes que vão cair, o Ituano está na 14ª e antepenúltima colocação, uma fora do Z-2.

Com o mau momento e lutando pela permanência na elite, havia pressão para a queda do técnico Marcinho Freitas. Entretanto, o clube, que tem como gestor o ex-jogador Juninho Paulista, emitiu nota oficial nesta semana bancando o técnico no cargo e apostando em um projeto a longo prazo.

Mesmo com os maus resultados, Marcinho deve manter a base do time e focar em ajustes táticos para buscar uma reação. A boa notícia é que contará com o retorno do volante José Aldo, que cumpriu suspensão pelo terceiro cartão amarelo. Ele deve retomar a vaga que foi de Kaique Clemente na última rodada. O zagueiro Claudinho e os meias Eduardo Person e Yann Rolim são os jogadores na lista de pendurados.

O Mirassol está há dois jogos invicto. Depois de golear o Santo André por 4 a 0, empatou com o Santos por 2 a 2, que teve gosto de vitória porque jogou com um a menos boa parte do segundo tempo e marcou o gol da igualdade no finalzinho. Em sete jogos, foram duas vitórias, quatro empates e uma derrota.

Embora tenha dez pontos, seis a mais do que o Ituano, o Mirassol está no Grupo C, bem mais equilibrado, e ocupa a terceira colocação, atrás de Red Bull Bragantino, com 11, e Inter de Limeira, com dez e uma vitória a mais: 3 a 2. O Corinthians completa o grupo com seis.

O técnico Mozart Santos precisará fazer ao menos uma alteração no Mirassol. O lateral-direito Rodrigo Ferreira foi expulso e cumpre suspensão. Wesley Santos, de 19 anos, é uma opção, mas o jovem ainda não atuou neste temporada.

Assim, algum outro jogador pode ser improvisado. Mudar o lateral-esquerdo Warley de lado e promover a entrada de Marcelo é uma saída cogitada. Ou posicionar o zagueiro Lucas Gazal no setor, como o time terminou diante do Santos, com a entrada do zagueiro Wanderson para recompor a zaga. O Mirassol tem o melhor ataque, com 13 gols, e o artilheiro da competição, Dellatorre, com cinco gols.

Mozart reforçou a dificuldade do duelo e minimizou o mau momento do Ituano. "Analisamos o Ituano, mas não foi simples porque mudaram muitos jogadores e esquema tático. Mas é importante que estejamos focados porque jogar lá contra o Ituano é sempre difícil, não importa a classificação. É um jogo importantíssimo e temos que encarar como mais uma decisão", projetou.

FICHA TÉCNICA

ITUANO X MIRASSOL

ITUANO - Jefferson Paulino; Léo Oliveira, João Vialle, Vitão e Jonathan Silva; Miqueias, José Aldo e Eduardo Person; Marlon, Felipe Fonseca e Matheus Cadorini. Técnico: Marcinho Freitas.

MIRASSOL - Alex Muralha; Lucas Gazal, Wanderson, Luiz Otávio e Warley; Gabriel, Danielzinho e Chico Kim; Negueba, Dellatorre e Fernandinho. Técnico: Mozart Santos.

ÁRBITRO - Thiago Luis Scarascati.

HORÁRIO - 19h.

LOCAL - Estádio Novelli Júnior, em Itu.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: