X

Olá! Você atingiu o número máximo de leituras de nossas matérias especiais.

Para ganhar 90 dias de acesso gratuito para ler nosso conteúdo premium, basta preencher os campos abaixo.

Já possui conta?

Login

Esqueci minha senha

Não tem conta? Acesse e saiba como!

Atualize seus dados

Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Pernambuco
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo
Assine A Tribuna
Espírito Santo
arrow-icon
  • gps-icon Pernambuco
  • gps-icon Espírito Santo

Esportes

Itália bate Albânia na Eurocopa em jogo com brasileiros, provocação inusitada e recorde


A atual campeã Itália levou um susto, mas conseguiu reverter o marcador e começar a Eurocopa com vitória sobre a Albânia, por 2 a 1, neste sábado, em Dortmund. A seleção italiana saiu atrás com menos de um minuto em partida marcada por encontro entre os brasileiros Sylvinho e Jorginho, quebra de recorde e provocações inusitadas.

Com o resultado, o Grupo B fica com a Espanha na liderança por causa do saldo de gols. Os espanhóis derrotaram a Croácia por 3 a 0. A Itália fica na segunda posição, enquanto albaneses aparecem em terceiro e croatas na lanterna. Na próxima quarta-feira, Croácia e Albânia se enfrentam, em Hamburgo, às 10h. No dia seguinte, às 16h, em Gelsenkirchen, é a vez do encontro entre italianos e espanhóis.

Até aqui, a Eurocopa tem surpreendido pelo ritmo intenso das seleções nos instantes iniciais. Em Dortmund, não foi diferente. Bajrami marcou aos 24 segundos e colocou a Albânia em vantagem, quebrando o recorde de gol mais rápido da história da Eurocopa.

Mas a Itália reagiu, Bastoni deixou tudo igual aos 11, e Barella virou para os atuais campeões europeus, aos 16, em um lance polêmico, dada a interferência de um jogador italiano em posição de impedimento, ignorada pela arbitragem.

O jogo contou com a presença de dois brasileiros em posição de destaque. No meio-campo da Itália, Jorginho, nascido em Imbituba-SC, foi o principal articulador da equipe tetracampeã mundial. Já na beira do gramado estava Sylvinho, o ex-lateral-esquerdo e técnico da Albânia. Sempre muito agitado, despertou o interesse das câmeras repetidas vezes.

Como os gols saíram cedo na Alemanha, o jogo ficou devendo no restante do tempo. As duas seleções tiveram dificuldades para criar chances claras novamente. A Itália conseguiu controlar o ímpeto albanês, que durou menos de um minuto, e soube administrar a partida após o placar se tornar favorável. Nos minutos finais, os albaneses arrancaram alguns suspiros de seus torcedores, que eram maioria em Dortmund, mas o placar permaneceu inalterado.

PROVOCAÇÃO INUSITADA DOS ALBANESES

Antes de a bola rolar, em encontro entre torcedores das duas seleções, uma provocação bem-humorada chamou a atenção. Um torcedor da Albânia quebrou espaguetes na frente dos adversários e arrancou risadas. Reza a tradição italiana que não se deve quebrar os espaguetes.

Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site. Leia os termos de uso

SUGERIMOS PARA VOCÊ: